19 Fevereiro, 2013

Capsulite adesiva ou "Ombro Congelado"




A região do ombro é formada por 3 articulações sinoviais e uma fisiológica. É a combinação dos movimentos coordenados destas 4 articulações, que permite ao ombro uma amplitude de movimentos maior que qualquer outra articulação do corpo. Destas 4 articulações há uma que permite uma ampla mobilidade e é por isso considerada a mais móvel e menos estável do complexo articular. Tem o nome de articulação gleno-umeral. É a sua forma e a cápsula frouxa e fina que permitem esta amplitude e instabilidade articular.
-
A capsulite adesiva ou ombro congelado é dos síndromes dolorosos do ombro, o que mais tem suscitado controvérsias, tanto no diagnóstico como na terapêutica. Isto deve-se à etiologia complexa, confusa, muitas vezes desconhecida e às semelhanças clínicas com outras patologias directa ou indirectamente relacionadas com o ombro. Inclusivamente, Neer (1990/1992) afirma que, por estar associado a várias patologias, o Ombro Congelado deve ser considerado “mais um sintoma do que uma entidade clínica definida”.
-
Como referi anteriormente, a Capsulite Adesiva (CA) não é a única causa para a rigidez dolorosa do ombro, esta pode estar presente noutras patologias que afectam as mesmas estruturas do seu complexo mecanismo articular. São elas as bursites subacromiais, as tenossinovites da longa porção do bicípete, a osteoartrose da gleno-umeral, etc. Dito isto, nem sempre o grau de limitação de amplitude articular é suficiente para fazer um diagnóstico correcto de CA.
"A descrição das alterações articulares progressivas da CA em quatro estádios característicos esclarece a evolução do processo. No estágio I chamado pré-adesivo, há reacção inflamatória sinovial; no estágio II, chamado sinovite adesiva aguda, há sinovite proliferativa e início do colabamento das paredes dos recessos articulares e aderências da cápsula na cabeça do úmero; no estágio III, chamado maturação, há regressão da sinovite e franco colabamento do recesso axilar; e no estágio IV, chamado crónico, as aderências estão maduras e, retraídas, restringem fortemente os movimentos da cabeça do úmero em relação à glenóide. Nos estágios II, III e IV os espaços entre as superfícies articulares da cavidade glenóide e a cabeça do úmero, bem como, o espaço entre o bicípete e o úmero estão muito reduzidos." (Ferreira e Filho, CA, p. 566).
-
A classificação proposta por Zuckerman et al divide a CA em primária ou idiopática, quando não há causa aparente e secundária, quando se identifica uma possível causa ou há associação com outras patologias (tenossinovite, bursite, patologias do SNC ou SNP, fracturas, patologias cardíacas, pulmonares, diabetes, tiróide, entre outras).
-
A grande diversidade de condições clínicas às quais pode estar associada a CA, justifica a controvérsia sobre a etiopatogenia. Neviaser, Simmonds e De Palma afirmam que a fibrose que provoca retracção da cápsula é de origem inflamatória, mas vários estudos indicam que a natureza da lesão que provoca a retracção capsuloligamentar é, ou pode ser, multifactorial. Seja qual for a sua origem, a retracção capsular é o denominador comum da Capsulite Adesiva.
-
A CA é uma patologia mais frequente no sexo feminino, na faixa etária dos 40 aos 60 anos, porém, sem preferência para lado e dominância (Ferreira e Filho). A dor, de início insidioso que se agrava rapidamente, é o primeiro sintoma da doença que progride em três fases.
-
A primeira fase, chamada aguda ou hiperálgica, tem início insidioso, mas em pouco tempo a dor diuturna no ombro cresce em intensidade, podendo ser acompanhada de fenómenos vasculares como sudorese palmar e axilar. A dor aumenta durante a noite e com frequência perturba o sono. A mobilidade do ombro é muito dolorosa e os movimentos de abdução, de rotação interna e externa rapidamente perdem sua amplitude. Esta fase pode durar entre 2 a 6 meses (Reeves, Ferreira e Filho).
-
A segunda fase é chamada de enrijecimento ou congelamento. A dor diminui de intensidade, deixa de ser contínua, mas persiste à noite e à tentativa de mobilização do ombro que se apresenta rígido e com bloqueio da abdução e das rotações interna e externa. Esta fase pode durar 12 meses (Reeves).
-
A terceira fase, ou de descongelamento, é caracterizada pela libertação progressiva dos movimentos e pode levar vários meses, entre 9 a 24. "É a restauração da elasticidade
cápsulo-ligamentar perdida que, em muitos casos, pode acontecer de forma espontânea. Entretanto, a completa recuperação da mobilidade do ombro é de difícil previsão porque a intensa fibrose capsular pode não ser completamente reversível na CA de longa duração". (Ferreira e Filho).
-
O Tratamento Conservador engloba fisioterapia, anti-inflamatórios, bloqueios anestésicos do nervo supra-espinal, manipulação sob anestesia ou cirurgia.
-
A Osteopatia tem muito para oferecer na melhoria desta sintomatologia tão complexa. O tratamento clínico osteopático aborda a patologia de uma forma holística, actuando nos vários sistemas que indirecta ou directamente estão envolvidos. A recuperação dos pacientes pode em alguns casos ser diminuída para 3 a 6 meses e para isso o Osteopata utiliza uma série de técnicas manuais que podem permitir uma recuperação mais rápida que a convencional. Porém, deixo a ressalva que a recuperação é muito subjectiva, podendo ser frustrante tanto para o paciente como para o Osteopata.
-
O tratamento engloba:
Mobilizações articulares, tracções axiais permitindo informações neurológicas através dos mecanoreceptores, activando o gate-control, retorno venoso/ linfático e quebra de aderências, técnicas para  tecidos moles e respectivas fáscias de toda a região periférica.. Na fase adequada são também prescritos exercícios passivos, activos/ assistidos ou activos (na fase de "Descongelamento").
-
Importa referir novamente, que cada caso tem uma evolução diferente, uma condição clínica específica e por isso prognósticos diferentes, dependendo do estado da patologia e acima de tudo de um diagnóstico clínico correcto. Relembro que o Osteopata vê o paciente como um todo e procura um raciocínio que relaciona todas as partes do corpo humano contribuintes para os sintomas. Até agora, o meu melhor resultado foi a resolução de um ' ombro congelado' em 15 tratamentos.

155 comentários:

Anónimo disse...

Estou com capsulite adesiva no ombro direito(depois de passar um ano tratando o esquerdo)e estou na fase da dor aguda, a única coisa que tenho feito é o bloqueio do nervo supra-espinhoso,e posso afirmar que a dor sentida parece ser interminável, desesperadora e para uma pessoa ativa como eu, tudo piora...gostaria de saber se existe alguma coisa que possa aliviar a dor...
obrigada,
Raquel.

Bruno Moreira Campos disse...

Olá Raquel. Há quanto tempo tem os sintomas no direito? O esquerdo ficou recuperado? Quem lhe diagnosticou a capsulite adesiva?

marcia disse...

Eu tive o diagnostico de capisulite adesiva a mais ou menos 5meses,estou tratando com fisioterapia e fiz um bloqueio ha 15 dias atras,o que me aliviou muito as dores,que eram terriveis principalmente a noite.Os movimentos ainda estão limitados.Tenho a impressão que a fisioterapia que estou fazendo não esta adiantando muito.Tambem descobri que tenho bico de papagaio e hernia na cervical.vc me indicaria um tratamento especifico?Estou sofrendo muito. Márcia 49 anos.

Bruno Moreira Campos disse...

Marcia, o diagnóstico foi dado por um Ortopedsta? Sendo esta patologia uma que se prolonga por vários meses, tem que ter muita paciência e não desanimar. Que tratamento fisioterapêutico está a fazer? Qual é a sua área de residência?

Anónimo disse...

Márcia,a dor desta lesão é ininarrável .O Dr Bruno tem me orientado muito bem.Ele realmente entende.Posso te dizer que a capsulite adesiva é muito demorada, envolve vários fatores e procure saber se o diagnóstico está correto, pois vc tem outros problemas. Já fez a artro-ressonância? Boa sorte!
Raquel

Bruno Moreira Campos disse...

Márcia, a osteofitose (bicos de papagaio) e a hérnia discal não têm que obrigatoriamente dar sintomatologia, a não ser que comprimam algumas estruturas do canal vertebral ou adjacentes á lesão (raízes nervosas, ligamentos etc.). Nesse caso podem dar uma sintomatolgia dolorosa referida ao ombro e braço, com alteração da força, tónus etc. É crucial, portanto, que o diagnóstico seja bem feito.
A Raquel tem sido uma paciente (embora virtual), que de certa forma também me ajuda, na medida em que descreve muito bem a patologia e comunica bem os sintomas. Tenho a certeza que a pode ajudar muito.
Dê notícias.

veroca disse...

Olá Bruno
Eu fiz uma video artroscopia do ombro direito, em 22/07/08, desde então estou com o ombro congelado,estou fazendo só fisioterapía, mas as dores são muito forte,estou tomando Proflam, gostaria de saber se existe a possibilidade de ficar totalmente inválida ou tem cura total.
Estou afastada com outras lesôes, espondilose cervical e lombar,
várias protusões,sindrome do tunel do carpo bilateral

Bruno Moreira Campos disse...

Olá Vera (?).

Existe mais alguma patologia associada para além das que escreveu? Diabetes, Traumatismos etc?
Foi o Ortopedista que deu o diagnóstico de Capsulite Adesiva?

Ainda há muita coisa que não se sabe acerca desta patologia.
Posso dizer-lhe que existe a hipótese de recuperação total da articulação ou a de permanecer com alguma limitação. Este resultado depende do tratamento adequado na fase adequada, mas também, da associação com outras patolgias na região. No seu caso, a espondiloartrose cervical (se houver compressão de algumas das estruturas das articulações vertebrais ou adjacentes) não ajuda na sintomatologia dolorosa do ombro e obriga a um prognóstico mais cauteloso.
Partindo do pressuposto que a fisioterapia é a adequada, pode ainda fazer bloqueios anestésicos, manipulação sob anestesia, cirurgia.

Aconselhe-se com o seu Ortopedista para discutir a melhor terapêutica de alívio da dor, já que esta é o factor perpetuante do quadro. Uma vez diminuído o quadro doloroso, pode iniciar exercícios de mobilzação activa e passiva aumentando a hipótese de sucesso.

Se preferir outra forma de contacto pode fazê-lo. No que puder ajudar, estou á disposição.

Anónimo disse...

A dor sentida na capsulite adesiva é constante, demorada e só entende a dimensão do problema quem tem ou já passou por essa lesão . O Dr Bruno me orientou a fazer calor e de fato melhorou muito. Acho que manter a calma e controle emocional ajudam demais.
Raquel.

Anónimo disse...

Fiz artroscopia no ombro direito em maio deste ano e após 60 dias fazendo fisioterapia foi diagnósticado a capsulite adesiva.
Já passei por duas manipulações e quatro bloqueios,com os quais tive melhora nos meus movimentos, contínuo fazendo fisio, mas os meus movimentos estão limitados, pois não consigo erguer o braço em ângulo de 90º e rotação externa. Só tenho dor se faço movimento brusco, será que se insistir nas fisioterapias conseguirei voltar ao normal ou terei que passar por cirurgia novamente.
Obrigada, SIL.

Anónimo disse...

Sou diabético e estou com capsulite adesiva e inflamação do tendão do biceps(constatada em ultrasson e raioX). Já tomei vários medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos e não fazem efeito. Já fiz mais de 40 sessões de fisioterapia (ativo e passivo)e nada de melhora. Seria conveniente esperar desinflamar para depois fazer os exercícios?

Anónimo disse...

Tenho capsulite adesiva no ombro esquerdo (foi diagnosticada em 2007), fiz tratamento com fisioterapia e bloqueios, mas não obtive muita melhora. Fui submetida a uma artroscopia em maio de 2008, depois voltei com a fisoterapia. Tive certa melhora, mas agora todos os sintomas voltaram. Sinto dores terríveis e não consigo fazer nada com o braço esquerdo. Sinto dormência, formigamento na mão esquerda, principalmente na ponta dos dedos. E pra completar, há algum tempo, estou com dores constantes no ombro direito também. Sinceramente, eu não sei mais o que fazer!
Mari.

Bruno Moreira Campos disse...

Mari, está a ser seguida por um médico? Ortopedista ou outro? Não sentiu melhora nenhuma com os bloqueios anestésicos? Que fisioterapia fez? Em que dedos sente a parestesia? Que idade tem? Existem outras patologias associadas? Quanto mais informação me der melhor. Obrigado

Bruno Moreira Campos disse...

Ao Sr. Diabetico:
Em regra só se deve fazer exercícios depois da fase dolorosa e aguda. Principalmente os passivos.
Na fisioterapia que fez, qual era a abordagem terapêutica para além de xercícos?
Os AINES e Anestésicos orais têm puco efeito sobre esta patolgia. Há quanto tempo lhe foi diagnosticado e por quem? Mencionou o RX, mas este não faz diagnóstico de capsulite adesiva. Quanto mais info me conseguir dar melhor.
Obrigado.

Anónimo disse...

Olá Dr. Bruno!
Respondendo suas perguntas:
Sou acompanhada por um médico ortopedista/traumatologista. É o mesmo médico que diagnosticou a capsulite e que fez a cirurgia.
Os bloqueios (aliados à fisioterapia) foram usados inicialmente, quando comecei o tratamento (2007). Na época houve melhora sim! Ao fim do tratamento, por achar que já estava bem, não voltei ao médico. Mas no fim do ano passado as dores voltaram (bem piores).
Quando voltei a procurar o médico este ano, ele (depois de pedir os exames necessários) decidiu por fazer a cirurgia. Após a cirurgia, fiz fisioterapia (primeiro fiz a analgésica e antinflamatória, depois comecei com os exercícios).
Confesso que não estava indo regularmente a fisio, mas eu estava tão bem, não sentia dores e estava conseguindo movimentar o braço.
Mas agora, voltei a sentir dores terríveis, como antes da cirurgia e o braço voltou a ficar “travado”.
Ainda não prestei atenção a quais dedos sinto a dormência, mas vou prestar agora e assim que souber, comento aqui.
Ah! Tenho 25 anos.
Mari.

Anónimo disse...

POr favor gostaria de alguns explicações, estou c a clavícula quebrada e me deu capsulite adesiva no ombro direito, como os médicos agora fazem tratamento conservador da fratura de clavícula, estou tentando entender, como a clavicula quebrada posso fazer fisioterapia, não consolidou já faz 5meses isso, se alguem poder me ajudar...
Sílvia RJ

Anónimo disse...

Dr.Bruno, por esforço repetitivo rompeu o tendão do ombro o supra espinhoso, foi descoberto em 2005, com forte dores inchaso no ombro e dores e dormencia na mão, fiquei fazendo fisio para não operar, chegando em 2006 não suportando as dores operei, após cinco meses de operada aderi capsulite adesiva, tendo que fazer tres bloqueios que não resolveu tendo que entrar com medicamentos ante depressivo que aliviou as dores podendo voltar a fisio com menos dores, so que agora estou pecerbendo que o ombro esta voltando a doer e estou com muito medo de precisar operar de novo.alem dessa lesão do ombro tenho ler nas duas mãos, já operei a esquerda, devendo operar a direita também.Estou afastada e estou me sentindo uma invalida desde quando sou muita ativa.Tem cura este tendão do ombro desde quando e um tendão doente.Por favor me oriente.
Simone Ba

Bruno Moreira Campos disse...

Simone,

É difícil opinar sem ver os exames de diagnóstico que fez e sem a observação semiológica indispensável no auxílio de diagnóstico e prognóstico clínico. O que aconselho vivamente é que peça a opinião de outros médicos. Procure também um Osteopata, que porventura terá um raciocício mais abrangente, procurando a/as causa/s para a diversidade de sintomas.

No que puder ajudar disponha.
Cumprimentos.

Bruno Moreira Campos disse...

Mari,

Sem a ver torna-se difícil responder a algumas questões, mas entendo a necessidade de resposta.

O que aconselho é que procure outro médico (não cirurgião) e um Osteopata com formação académica. Podem existir várias causas que a predispôem para a sintomatologia.

Continue a dar o feed-back.

Cumprimentos

mariana disse...

Olá
Meu nome é Mariana tenho 39 anos e jamais havia ouvido o termo `´Ombro congelado até duas semanas atras´´estou em PO de artrodese de coluna cervical em 30.06.2008,dias após a alta hospitalar comecei a sentir uma dor alucinante no ombro esquerdo,o que me fez procurar a equipe de neurologista que me operou,fiz ultrassom e hd foi tendinite na supra espinal,fiz uso de inumeros antiinflamatório sem sucesso e então fui encaminhada a ortopedia para avaliação.Hj estou na sessão de fisioterapia de nro 32
felizmente encontrei um profissional que alem de utilizar,infravermelho e tensys,realiza mobilização passiva em meu braço o que me faz quase chorar porem tenho conciencia que é necessario pois a perda do movimento e rápida e a retorno do movimento é mais lento,estou confiando no tratamento porem associo este quadro ao de cervicobraquialgia que tinha antes da cirurgia apesar da equipe dizer que tem~não tem relação.

Anónimo disse...

Dr. Bruno, aplaudo sua iniciativa de publicar um blog sobre um assunto que não é muito conhecido.

Gostaria de compartilhar o meu calvario com a capsulite e entendo 100% dos comentários que foram feitos por aqui.
Sou homem, tenho 39 anos e comecei a ter dores no ombro em agosto de 2007 e somente agora em 2009 recuperei 100 % dos movimentos sem nenhuma operação. Na época, não conseguia dormir, não conseguia trabalhar, minha vida estava muito, mas muito ruim...

Primeiro conselho : Não vá a um ortopedista generalista , vá a um especialista de ombros. Fui a 4 médicos que definiram como SLAP, bursite e tendinite e somente quando fui no quinto médico, este um especialista de ombros que identificou a capsulite em menos de 3 minutos... Ele conhece a doença melhor, ele sabe o caminho e vai te tratar melhor...

Segundo Conselho : Na escalada da dor, nenhum analgésico passou a funcionar para mim e acabei com derivados de TRXXXXDOL que é um analgesico fortissimo e é péssimo para saúde. O mesmo médico que identificou o problema trocou estes analgesicos por uma classe especifica de antidepressivos que alteram a percepção da dor. Isto simplesmente alterou minha perspectiva de vida, pois simplesmente eu passei ter um dia a dia razoavelmente normal.

Terceiro Conselho : A operação que existe é a de retirada de um nervo condutor da dor, ou seja ela não resolve o problema, somente atenua a dor. Tente aguardar pois pelo menos no meu caso , após 1 ano, fiquei curado. A dor talvez possa ser controlada com os antidepressivos.

Quarto Conselho : Verifique exatamente a fisioterapia e a fase da doença que você está. Fiz quase 100 sessões de fisio na 1 e na 2 fase da doença e acho que em parte delas só estava piorando. A fisio tem um claro efeito positivo na 3a fase da doença que é o descolamento. Como opiniao pessoal, acho que o alongamento na primeira e segunda fase só fazem piorar o estado ,mas quanto a infra vermelho e a tensi talvez tenham algum efeito positivo.

Bruno Moreira Campos disse...

Obrigado e subscrevo o que disse.

É crucial um diagnóstico correcto e tratamento adequado à fase da patologia.

Tenho pena que a Osteopatia (clínica e académica) seja ainda pouco divulgada. Os resultados são bem mais rápidos que os que descreveu e regra geral o tratamento dura apenas alguns meses.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Olá Dr. Bruno.

Tenho 51 anos, fui diagnosticada com capsulite no ombro esquerdo há 6 meses. Desde então tenho feito fisioterapia, ha poucas semanas comecei tambem acupultura. Em algumas das sessoes tenho leve melhora. Porém, a dor é ENLOUQUECEDORA. Não há remedios que deem conta, meu medico diz que com o tempo a fisioterapia ira aliviá-la.
Perdi a alegria de viver, tenho estado muito desanimada e triste.

Meu medico disse que a imobilização com anestesia e forçar os movimentos sao uma possibilidade.

Gostaria que me ajudasse,

Grata

Vani

Bruno Moreira Campos disse...

Vani,

A Sra está em Lisboa?

Anónimo disse...

Tenho ca diagnosticada por um ortopedista especializado em ombros. Me indicou bloqueio anestésico, gostaria de saber se existe algum risco nesse procedimento. Quanto a academia, posso continuar fazendo e limitando alguns exercícios para os ombros?
desde já agradeço
MAria da Glória (Florianópolis)

Maria disse...

Olá, queria compartilhar com meus "colegas de ombros congelados" duas coisinhas para as quais gostaria de ouvir a opinião do Dr. Bruno e dos demais: a primeira é que meu ortopedista me receitou sulfato de glucosamina. Poderia ser mais um recurso.
A segunda é em relação ao tipo de dor sentida, o que não li em nenhum lugar e tenho curiosidade de conhecer como são vivenciadas: eu sinto dores diferentes no meu ombro - às vezes ele doi como se eu tivesse tomado uma injeção dolorida, em forma de "peso"; outros momentos a dor mais se parece com umas "facadas", se bem que nunca tenha sofrido uma; e quando movimento o braço rapidamente (sem querer, é claro) a dor é crescente, começa após uns 3 segundos do movimento, vai aumentando e fica insuportável por uns 15 segundos e depois regride e praticamente some.
Um abraço (com um ombro só). Maria, 49 anos, Rio de Janeiro

Maria disse...

Queria ouvir sua opinião também a rrespeito do uso de corticoides sistemicos e dos anti-deprressivos. Muito grata. Maria, 49a, RJ

Anónimo disse...

Olá, meu nome é Aluska, acabei de passar por um mamoplástia ( coloquei silicone) e com pouco mais de 15 dias comecei á sentir fortes dores no meu ombro esquerdo, tomei remedios, mas depois q procurei um ortopedista ele me falou q eu estava com a capsulite aguda, e depois q me explicou, quse entrei em pânico, pq pensei q sairia do consultorio com um remedio e ficaria boa no mesmno dia, pq dói muito, e ás noites são piores, e com a cirurgia toda, piora tudo. È muito forte oq sinto, ainda estou com 1 mês de diagnóstico, estou na fisio, mas estou desisperada, choro muito, pq parece q não para a dor. È um choque constante no ombro. Tenho 26 anos. essa doença tem cura ou apenas um milagre mesmo? :(

Grata.

Bruno Moreira Campos disse...

Maria, normalmente receita-se o Sulfato de Glucosamina ("Viartril" é o mais comum) para a Osteoartrose porque age como tratamento a longo prazo, contínuo (resto da vida) e preventivo numa patologia degenerativa e limitante. Ainda há estudos a fazer sobre a Glucosamina, mas de qualquer forma, actua mais ao nível intra-articular (cartilagens) do que propriamente na cápsula articular, no caso do ombro congelado. Para além disso, estas substâncias não têm um efeito directo sobre a inflamação, porque não existe bloqueio de enzimas. São substâncias "regeneradoras", por assim dizer. Ora, a capsulite adesiva é quase o contrário. Caracteriza-ze por uma inflamação e rigidez limitantes mas sem sinais degenerativos/ corrosivos. Passa-se ao nível extra-articular. Cápsula, tendão etc.

Bruno Moreira Campos disse...

Aluska,

Leia bem o artigo e certifique-se que o diagnóstico de CA foi o correcto, assim como, se a fisioterapia é adequada na fase adequada. Procure um Osteopata qualificado. Procure também os fármacos que atenuam mais a dor. Leia bem os testemunhos reais aqui deixados. Certamente vão ajudar bastante.

Umas rápidas melhoras.

Rogerio disse...

Prezados(as) parceiros com capsulite. Tive capsulite adesiva no ombro esquerdo, que começou há 2 anos e identifiquei com artro-ressonância(que parece uma operação), após vários diagnósticos diferentes; Sou diabético tipo II, 50 anos, comecei a tratar com fisioterapia fisica, mas não adiantou, só melhorei com HIDROTERAPIA. Há 6 meses começaram as dores da 1ª fase da capsulite no ombro direito. Veio pior que no esquerdo e estou tomando injeção de dispropan(corticóides) por recomendação de ortopedista. Força para vocês. Segundo os estudos que li,e o meu exemplo do ombro esquerdo as dores somem em 2 anos(em média); Não fiz bloqueio, pois nenhum médico me recomendou.
Abraços Rogerio

Mônica disse...

Olá! Me chamo Mônica, sou do interior de S.Paulo. Passei por artroscopia de ombro (direito) em maio de 2008, para colocar 3 âncoras. Após 60 dias (mmo com fisioterapia) foi diagnosticado a capsulite adesiva, a partir daí passei por 4 manipulações, 4 bloqueios e 124 sessões de fisioterapoias até chegar a artroscopia novamente para retirada de uma grande massa de fibroma. Hj, após 60 dias e 35 sesões de fisioterapia intensiva o movimento de erguer o braço melhorou um pouco, mas não consigo tocar as costas, pois o meu médico disse que foi retirado da articulação o que foi possível e não o que era preciso, sendo assim, continuo com limitação nos movimentos. A minha dúvida é:essa "massa" retirada da articulação pode aumentar?, conseguirei superar as limitações?P favor gostaria de uma orientação. Obrigada.

Anónimo disse...

Olá , meu é nome é Darcilane e eu gostaria de saber se a capsuliteaguda provoca ancia de vomito , fraquesa , desanimo ?
fiz uma cirurgia no punho direito a 7 meses desde o começo já sentia dores no ombro mas agora piorou . o que devo fazer para amenizar a dor ? meu braço é gelado e não tem circulação . a dor é muito forte . tenho depressão e o médico disse que por causa da minha anciedade a caso piorou . tem um mês que não estou dormindo e a cada dia que passa parece estar piorando .

Desde já agradeço .

Maria, RJ disse...

Prezados,volto a escrever pois desejo passar minha experiência. Após tres meses de muita dor que não era amenizada por nada (usei antiinflamatórios, analgésicos, pomadas, teens, ultrassom, acupuntura, homeopatia, hidroterapia). Só sentia um leve alívio com gelo. Os movimentos de fisioterapia no braço só faziam piorar, exceto as massagens relaxantes e de alongamento no pescoço pois ele também havia começado a doer muito, devido à postura adotada e esforço maior dos musculos desta região.Assim, mudei de médico que suspendeu os movimentos do braço e me passou um antidepressivo dizendo que apesar de eu não estar deprimida, este medicamento tem uma ação analgésica neste tipo de caso e que ele tem tido ótimos resultados em todos os pacientes. Pois bem, eu fui mais uma beneficiada. A dor praticamente sumiu após 2 semanas (UFA!!!que maravilha. Graças a Deus e ao Cloridrato de amitriptilina (triptanol) apenas um compimido de 25 mg. ao deitar). Assim sugiro que todos peçam a seus médicos uma tentativa de uso. Já que ele, se bem usado, é menos tóxico que os antiinflamatórios. E NINGUÉM MERECE ESTA DOR ABSURDA.
Abraços solidários. Maria, RJ

Bruno Moreira Campos disse...

Obrigado pela partilha Maria.

Continuação de umas rápidas melhoras.

Anónimo disse...

Ola Bruno, quanto tempo em média demora a reabilitação de uma capsulite adesiva. ja fiz 15 sessões não sindo mais as dores, ganhei movumentação para levantar meu braço a frete e para trás, porem para levantar meu braço lateralmente não vi muitos avanços, é assim mesmo.

Ju & Ni disse...

Sofri uma queda e rompi os ligamentos da clavícula esquerda. Após 7 semanas imobilizado, iniciei a fisioterapia. Depois de 4seçoes a dor aumentou de forma insuportável, me obrigando a parar com a fisioterapia. Consultei outro fisioterapeuta, que suspeitou de capsulite adesiva. Mandou procurar outro médico, que confirmou o diagnóstico e sugeriu o tratamento com infiltrações, até diminuir a dor e recomeçar a fisioterapia. Gostaria de saber se estou no caminho certo e quanto tempo pode levar até voltar a ter os movimentos.

Bruno Moreira Campos disse...

Caros últimos 2 pacientes:

Cada caso tem uma evolução diferente, uma condição clínica específica e têm por isso prognósticos diferentes. A recuperação pode demorar meses ou até 2 anos. É impossível prever quando vão ficar bons. Depende de muitos factores e de indivíduo para indivíduo. Confiem nos profissionais que os tratam e tenham paciência acima de tudo.

Umas rápidas melhoras.

Rafael disse...

Olá Dr. Bruno. No meu eu acabei de operar meu ombro pela 2ª vez. Na primeira eu tinha uma lesão SLAP, mas como travei meu braço demais sem fazer fisio, tive que reoperar 8 meses depois pois estava com Capsulite adesiva....Hoje faz 3 meses e 20 dias que operei denovo, e estou tratando com um osteopata e ainda faço hidroterapia.....Os ganhos foram absurdos....meu médico disse que tirou "muita" fibrose. O problema é que está difícli de ganhar força muscular completa e alguns movimentos ainda são bem difíceis, principalmente as rotações interna e externa....
Será que a cirurgia de descompresão não devia fazer com que eu me recuperasse mais rápido?
Não chega uma etapa em que a cápsula não ganha mais mobilidade? Qto tempo acho que ainda preciso pra ganhar todos os movimentos no ativo....No passivo tenho eles bem avançados. Obrigado

Anónimo disse...

bom dia.
fui operada ao ombro esquerdo ha dois meses e meio e agora ficou congelado e ainda nao comecei a fazer fisioterapia.tenho muitas dores e nao consigo mexer o braço.
sera que ja devia ter começado a fazer fisioterapia ou tenho que fazer mais algum tratamento?obrigada pela atençao

Gislaine disse...

Boa Tarde,
Vi nesse blog casos parecidos com o meu...
Tenho 51 anos e de cinco meses para ca estava com dores no ombro direito, ao consultar um ortopedista e feito um rx, foi constatado um esporão no ombro, aconselhada a procurar um especialista de ombro, foi diagnosticado tbm a CA. estou com movimentos limitados e com dores o tempo todo, uma hora mais calma, mas intermitente, outras como agulhadas...Não consigo fazer exercícios nem ativos, nem passivos ( com fisioterapeuta) atualmente estou fazendo apenas "ondas curtas", tens(choquinho) e ultra som com anti-inflamatório(diclofenaco dieltiremonio), além de estar tomando amitriptilina, o que hj foi aumentada a dose porque estou muito ansiosa, nervosa e quase depressiva com essa situação, já que a CA atrapalha meu desempenho profissional, e mesmo movimentos como abrir a porta de um carro, ou pegar algo no porta luvas....falei com o Dr. a possibilidade de operar o esporão, já que está precionando o tendão, e, consequentemente, causando inflamação...ele me encaminhou agora para acupuntura somente e prescreveu mais amitriptilina( agora, dois ao dia)
Disse que a CA é puramente de causa nervosa....Vcs por acaso poderiam me indicar algum outro tipo de medico, ou tratamento alternativo?
Obrigada.
Gislaine Tridico Cavalheiro.
São Paulo-SP

Bruno Moreira Campos disse...

Rafael, é difícil prever. Daqui a uns meses deve estar como novo. Tenha paciência. Está a fazer tudo bem.

Gislaine, a CA não é puramente de causa nervosa. Já que estamos nesta área já consultou um Osteopata?

maria disse...

boa noite doutor bruno.
tive um outlet sindrome à esquerda e fui operada ao ombro a 3 meses e ainda nao comecei a fazer fisioterapia. agora disseram-me que tenho o ombro congelado com muitas dores, muito leso e continua imobilizado.para tentar resolver a minha situaçao o que o doutor me aconselhava?sera que tenho que fazer fisioterapia já ou sera que tenho que fazer outro tratamento?obrigada pela atençao e gostaria de uma resposta se faz favor.

Anónimo disse...

boa tarde,
vi nesse bolg, casos parecidos com o o meu. fiz ressonancia e diagnosticou a Capisulite adsiva e rutura no ombro esquerdo.isso vem sofrendo há 1 ano e sete meses e fazendo fisio, tomando varios antiflamatorios e analgesicos.A noite incomoda mais, nao tenho diabetes, tenho 51 anos.melhoro com agua quente. gostaria de ouvir uma opiniao. estou com um especialista em mbro.

Bruno Moreira Campos disse...

Maria,

Correndo os riscos de aconselhar à distância, perdendo por isso informação valiosa, eu diria que a prioridade é tratar o síndrome do desfiladeiro escápulo-torácico. Este é bastante mais complicado e pode dar sinais/ sintomas vasculares e neurológicos. A prioridade, na minha opinião, é fazer o tratamento necessário e depois pensar no ombro.

Confie no que os médicos dizem, mas insista na preocupação de ficar com CA.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Olá Dr. Bruno, há há 5 meses fiz redução de mama e também foi retirado, pela axila esquerda, uma glândula de gordura, depois de 1 mes começou a dor no ombro esquerdo, então eu pensei que era por causa da cirurgia e demorei para procurar um ortopedista. Só me preocupei quando já tinha perdido um pouco dos movimentos. Estou fazendo fisioterapia e tomando um antinflamatório que se chama CODATEN, mas já segunda caixa estou sentindo enjôo, náuseas e dor de cabeça então parei por conta própria o medicamento, há 3 dias não tomo o CODATEN mas ainda sinto enjôo e dor de cabeça. Será que é o remédio que fez mal? ainda não me comuniquei com o médico que receitou pois moro em outra cidade, gostaria de receber uma orientação.

Anónimo disse...

Pela segunda vez estou tratando do ombro congelado.
As dores são terríveis.
Ontem estava jogando futebol e cai sobre o braço que estou tratando foi uma dor terrivel muita dor durante a noite mas o que foi incrível que melhorou o movimento, pode ter liberado alguma coisa após a queda ?
Obrigado e gostei muito das informações.
Fernando
Ribeirão Bonito SP

Rachel Paiva disse...

Olá, Dr Bruno.
Fiz há 90 dias uma cirurgia para tratar uma lesão SLAP, e meu ortopedista diagnosticou a capsulite adesiva. Faço fisioterapia diariamente, mas os exercícios tiveram que ser interrompidos por causa da dor, e agora só faço os procedimentos desinflamatórios.Fiquei impressionada com os prazos de recuperação citados por você, são meses e meses. Não consegui identificar a fase da CA, pois não sinto dores noturnas, ao menos não a ponto de acordar. Gostaria de saber se há algo que eu possa fazer para melhorar minha recuperação.

Anónimo disse...

Fiz cirurgia de clavicula, após uma queda, fratura cavalgada, estou conm 120 dias de operada e há 3 meses faço fisioterapia e hidroterapia, fiquei com ombro congelado e sindrome ombro mão, qual seria o tempo pois a platina não vai ser retirada ela foi colocada a placa de 10 cm, 6 parafusos e fios para recompor o osso, pois fragmentou bastante.

Anónimo disse...

Olá
Meu nome é Taís , tenho 29 anos..
No mes de abril sofri um acidente(porta do elevador fechou em meu ombro direito)foi diagnosticado pelo meu ortopedista capsulite adesiva ,venho fazendo o tratamento fiz 50 sessoes de fisioterapia ,10 de acupuntura,medicação antiflamatorios e por ultimo 5 sessoes de bloqueio anestesico , as dores continuam meus movimentos são limitados , sinto as vezes dormencia e formigamento no braço e nos dedos, gostaria de saber se é caso de cirurgia ....e qual ?
Desde ja agradeço ....

Anónimo disse...

Meu nome é Janice, tenho 44 anos e +- 3 meses acordei de madrugada como se tivesse levado um soco no braço direito,entre o ombro e o cotovelo,uma dor horrível. Nunca tinha sentido nenhuma dor no braço,e então pensei que estivesse com cainbra, porque a dor era +- parecida com a dor da cainbra que temos na batata da perna ( tive isso na minha gravidez). Então achei que estivesse com falta de alguma vitamina no organismo e não me importei muito. Mais a dor foi progredindo até que não conseguia mais dormir a noite. Então procurei um ortopedista que disse que eu estava com tendinite e passou antinflamatório que não fazia efeito, não tirava a dor. Procurei um especialista em ombro que pediu uma ressonância e o resultado foi "Rotura parcial do supra-espinhoso, edema na bursa e tendinose." Ao mostrar o resultado ao especialista, este me indicou "cirurgia". Então achei melhor procurar outro especialista no assunto que estudou a ressonância e disse que eu estava com "Capsulite ou ombro congelado". Passou um remédio chamado "amytril" que é um antidepressivo. Já estou tomando esse remédio +- 1 mes e continuo com ombro dolorido e com poucos movimentos. Voltei no especialista e ele disse que o tratamento é prolongado mesmo e que só quando melhorar os movimentos do ombro que vai ver se precisa ou não de cirurgia. E se eu tivesse operado assim, do jeito que eu estava, ficaria pior. Agradeceria muito sua opinião.

Bruno Moreira Campos disse...

Taís, como deve imaginar é impossível dar uma opinião sobre que cirurgia deve fazer, sem a ver, ver os seus exames e falar com um ortopedista cirurgião.

Rachel, obviamente sou suspeito, mas a Osteopatia tem óptimos resultados (mais rápidos).

Anónimo, se a cabeça do umero quase não existe não é artroscopia que vai resolver. É apenas a minha opinião. Não desanime.

Agradeço todas as perguntas, mas aconselho a que leiam bem o artigo e os testemunhos. Creio que poucas dúvidas surgiram.

Abraços

Carlos disse...

Tenho capsulite adesiva a 3 anos tendo feito 85 sessões de fisioterapia e com o descolamento ocorrendo através de método mecanico (na marra). Foi muito doloroso. Eu consigo controlar a capsulite com a natação no estilo crau e de costas 3 vezes por semana e 1000 mts cada vez. Se não nado a dor e o congelamento voltam.Nadando minha vida é normal

rafael disse...

Dr. Bruno já fiz 6 meses de osteopatia e ganhei 85% dos movimentos...estou agora na academia mas em alguns movimentos sinto uma dorzinha um pouco incomoda só no ombro problemático....posso malhar mesmo sentindo um pouco de dor, será que deve sumir com o tempo?

Leilinha disse...

Dr Bruno, boa tarde.
Levei um tombo e fraturei o úmeroe roptura de ligamentos. Os médicos me operaram no dia seguinte, colocaram parafusos, fiquei com tipóia e depois de 20 dias com dores fortíssimas, tomando Tramal e nada diminuia a dor, foi diagnosticado então, Capsulite tomei cortizona e antinflamatório e fizioterapia e nada resolveu.
Agora o médico quer me operar novamente para a retirada do parafuso e manipulação do braço comigo anestesiada. Estou desesperada e não sei o que fazer.
Poderia por favor me dar um conselho e sua opinião?
Agradeço desde já.
Atenciosamente,
Leila

Cleonice D. Amaro disse...

Agradeço D+ da conta ao idealizador deste Blog, pessoa gentil, solidária e no mínimo profissional competente: Bruno Moreira Campos, igualmente agradeço aos depoimentos de: homem/39 anos; Vani e em especial ao conselho de significativa importância, para mim, da Maria/RJ. Graças a vocês, hoje 21/10/09 consigo sorrir “di verdade”...
O que fiz foi simplesmente imprimir os depoimentos, deste blog, que falavam de capsulite adesiva e tryptanol 25 mg, levei ao meu médico de confiança, nesta etapa, já não era o especialista em ombros.
Meu nome é Cleonice, moro em São Bernardo do Campo/SP e faz + ou – 02 anos que sofro de capsulite adesiva nos dois ombros. Cheguei a 5% de mobilidade no braço esquerdo e dores “alucinantes”. Após 1 ½ ano com + de 150 fisioterapias, anti- inflamatórios, aplicações de corticóides..., quando “achei” que estava me curando efetivamente, começou a piorar o lado direito...
Enfins, reforço TUDO que foi dito pela Maria/RJ e todos que sofrem de capsulite adesiva: NINGUÉM MERECE TANTO SOFRIMENTO.
Importante ressaltar que o tryptanol tira/diminui muito a dor (para mim diminuiu em 90%), porém, não cura. Bruno, isto é um fato?
Hoje tomo, ao deitar, 01 comprimido de tryptanol 25mg (com receita médica), faço semanalmente em São Paulo, tratamento de acupuntura e osteopatia com uma equipe de profissionais da área da saúde que são divinistas. O Rogério que é médico e acupunturista (linha chinesa), coloca + ou – 30 agulhas entre meus ombros e mãos e o Edimilson, fisioterapeuta e especialista em Osteopatia faz manobras de manipulação vertebral, entre outras (cuidado,somente fisioterapeuta com especialista em osteopatia pode fazer este exercício). Posso garantir a todos que sofrem de capsulite adesiva que se vocês buscarem estes tipos de tratamentos, que hoje faço, lembrando sempre de buscar profissionais especializados e capazes, com certeza, poderão trabalhar normalmente, sem licenças médicas, sem intermináveis fisioterapias, sem tantas medicações alopáticas que tantos danos causam e o que é melhor, conseguirão, apesar da demora no tratamento, ter qualidade de vida e chegarão à cura.
Bruno, o que acabo de relatar está correto ou cada caso é um caso? Existe casos de capsulite que o tratamento que estou fazendo não tem o mesmo resultado positivo?
“Só no grupo esta a força, quase falha no indivíduo, que unido se reforça” (Eduardo Cury)
Cleo (bluelotus@ig.com.br)

Bruno Moreira Campos disse...

Cleonice,

Regra geral ao fim de 1,5 a 2 anos a patologia resolve-se. Claro que cada caso é um caso, mas se começar o tratamento adequado no começo da doença, melhor é o prognóstico para uma cura mais rápida. Nesta matéria a Osteopatia pode apresentar resultados bastante superiores à média, com um tempo de recuperação de semanas até 6 meses.

Faço só um reparo. A Osteopatia é uma terapia completamente independente e autónoma da fisioterapia. Toda a sua filosofia é diferente da fisioterapia. Só no Brasil e em Espanha é que as duas convergiram, o que a meu ver, pode ser uma vantagem para o fisioterapeuta, mas não é com toda a certeza para o Osteopata com formação académica apenas de Osteopatia e não certamente para a Osteopatia com origens no EUA e mais tarde em Inglaterra.

Quanto ao seu comentário, agradeço-lhe muito o testemunho, ao mesmo tempo que fico contente por o meu artigo a ter ajudado.

Abraço e bem haja

Anónimo disse...

Dr. Bruno, boa tarde.
Há 45 dias sofri uma queda e quebrei o úmero direito. Fiz uma cirurgia com colocação de haste titânio fixa por 2 parafusos. Com 30 dias de cirurgia iniciei a fisioterapia. Hoje estou com os movimentos de rotação externa bloqueados e não consigo elevar o braço acima de 90 graus.Meu ortopedista diz que é assim mesmo e com o tempo o ombro vai sendo liberado. Estou achando estranho pois tenho lido sobre a capsulite adesiva e é exatamente os mesmos sintomas que tenho: bloqueio nos movimentos, dores durante a noite. Isso tem me incomodado muito. Faço fisioterapia diariamente mas não estou vendo sucesso de uns 30 dias para cá. Será que o movimento volta ao normal ou devo fazer outras avaliações com especialistas de ombro?
Denize

Anónimo disse...

Meu nome é Sidney
Acabo de chegar do médico que me diagnosticou Capsulite adesiva ou "Ombro Congelado" venho sofrendo por 5 meses nas mão dos "maiores especialistas" fiz tudo que é tipo de exame: Tomograia, ressonância, ultrassonografia, Hemograma pra suspeita de cancer Raio X etc... Tomei Dexalgen, infiltração, codatem, artrolive etc... somente hoje ao ir no 5º médico é que recebí o diagnóstico, estou muito desanimado, porém já sei o que tenho. Agora é ter paciencia. Um abraço à todos. 26/11/09
Sidney Petrópolis-rj Brasil

Bruno Moreira Campos disse...

Denzie, dado o contexto clínico, parece-me perfeitamente plausível não ser CA. Acho que deve confiar na opinião do médico em 1º lugar.

adalberto disse...

Olá, Dr. Bruno e amigos de ombros encapsulados, sou praticante do tênis de mesa,tenho 51 anos, em 08 de dezembro de 2009, participando em uma competição sem alongar e aquecer, permaneci durante 9 horas jogando initerruptamente (esforço continuo, repetitivo), não senti nada, mas ao me deitar, ai sim, todas as dores do mundo (só sabe quem sentiu)noites e noites sem dormir...Procurei um ortopedista, que me falou: - "tome estes remédios, voce tem inflamação do tendão supra-espinhoso, vai melhorar rapidinho e se não melhorar vamos ter que operar". Como não mudou nada,procurei outro profissional, este sim me explicou: -"Voce já teve uma inflamação do tendão, hoje voce tem uma capsulite, eu não costumo operar logo de cara, vamos tratar de recuperar estes movimentos..." Hoje estou na 60 secção de fisioterapia E 20a. de acumpultura, não fiz infiltrações (bloqueios) de anestesicos e não tomei nenhum antidepressivo, sofri todas as dores sozinho, mas estou lutando contra as limitações de movimentos e as pequenas agulhadas dolorosas. Dores que vem e vão, aparecem durante a noite ou ao amanhecer.Não consigo pentear o cabelo, tocar as costas ou mesmo dormir sobre o ombro. Li todos os depoimentos, achei fantastico, unidos na dor, e deixo a minha pergunta ao Doutor:É VERDADE QUE POSSO RECUPERAR OS MOVIMENTOS AMPLOS A QUALQUER MOMENTO INDEPENDENTE DE ESTAR OU NÃO FAZENDO FISIOTERAPIA? PARA RETORNAR A PRATICA DO TENIS DE MESA É PRECISO ESTAR COMPLETAMENTE CURADO? OS MOVIMENTOS DO TÊNIS DE MESA PODEM ATUAR COMO FATORES RECUPERADORES?
Agradeço desde já a sua atenção em me responder.

Anónimo disse...

Olá Dr. Bruno,
Meu nome é Geise. Eu fui diagnósticada com tendinoplástia cálcaria do supra e do infra (intra, não sei) espinhoso, em 09/04/08, e fui afastada das minhas funções no banco com uma CAT. Operei o ombro direito em 03/07/09 e como consequência da cirúrgia, desenvolvi uma Capsulite Adesiva. Quando fiz a cirúrgia meu ortopedista sabia que eu era epilética. Eu não sabia que poderia desenvolver algo que me causasse mais dor do que as que eu tinha. Preciso hoje de ajuda para as coisas mais básicas, como colocar o creme dental na escova de dentes, me vestir, cortar uma carne. O diagnóstico de CA foi feito sem exames de imagem. Mas esta porcaria, me deixa tão louca de dor que não consigo dormir, a privação de sono é um dos 5 maiores gatilhos para os ataques epiléticos. Resultado: tive 12 dias internada com crises epiléticas fora de controle, uma após a outra, 3 deles na CTI Neurológica. Pergunto: Pode ser mesmo CA? Se não for, o que poderia ser? Agora não posso tomar remédio para dor, o neurologista diz que não posso mais tomar anestésico, não tenho movimento no braço, já fiz mais de 100 sessões de fisioterapia,e até agora nada.
Alguma Sugestão?

António disse...

Olá Dr.Bruno, parabéns pela sua página que me tem ajudado muito a compreender este problema.
Obrigado a todos que aqui deixaram a sua experiência relativa à Capsulite Adesiva/Ombro Congelado,
Sofro deste problema no ombro esquerdo,há 4 meses, gostava de saber em que fase isto está. Já fiz 50 sessões de fisioterapia, (TENS 20 sessões,mobilização passiva e activa), Correntes Interferenciais 20 sessões, laser 20 sessões,. A dor está melhor, no entanto a limitação dos movimentos mantêm-se.
Abdução 90º, Elevação 90º, Rotação Externa 0º. Fui diagnosticado por vários ortopedistas todos especialistas do ombro e apenas um não deu indicação operatória para já, muito embora tenha dito que o sindroma do conflito sub acromial teria que ser intervencionado mais tarde, por existir um quadro inflamatório, tendinopatia calcificante(0,8) com perda de homogeneidade do tendão supra espinhoso. Foi-me indicado a terapia, hidrocinesioterapia, Ultra sons e massagem para melhorar a zona envolvente que se encontra muito contraturada. Será que 2 vezes por semana resulta? Eu creio que com 2 sessões é muito pouco para um problema tão difícil de resolver como este. Estou sem saber o que fazer aguardar e procurar outros tratamentos, ou avançar para uma artroscopia. Gostaria muito de ouvir a sua opinião, claro que caso é singular, mas agradeço muito uma resposta sua.
António

Anónimo disse...

Boa noite,
Em Janeiro deste ano fiz uma fractura no Troquiter(na sequência de uma queda a treinar - jogo Futebol 11 - Feminino) detectada através de ressonância magnética no início de Fev. O meu Ortopedista indicou 10 a 15 dias de imobilização total e ao fim desse tempo iniciei fisioterapia no dia 25/Fev (já conto com 39 sessões) onde se diagnosticou capsulite adesiva (fisioterapeuta). Resultados até ao momento: passei pelas dores infernais, essencialmente à noite, mais parecido a uma dor de dentes, mas no ombro e no braço incluindo a mão que foi reduzindo depois de ter sido aconselhada pelo meu Fisioterapeuta a reduzir a carga/repetições nos exercícios - Acrescento que faço Fisioterapia todos os dias (2F a 6F) e fazia mais exercícios em casa que deixei de fazer e entretanto as dores diminuíram. Aumentei a amplitude e melhorei a rotação externa, no entanto, as minhas maiores dificuldades/dores têm a ver com uma grande retracção que tenho no grande dorsal, no peitoral e no trapézio (este último levanta sempre que tento levantar o braço e fico com muitas dores no pescoço). Quanto à rotação, posso dizer que não consigo cruzar os braços e o movimento que o cotovelo devia fazer provoca grande dor (penso que no bícipe e junto à dobra do cotovelo).
Entretanto, foi-me sugerido que efectuasse sessões de exercícios na piscina que irei iniciar no dia 26 (2F), tb todos os dias.
Tenho 35 anos, jogo Futebol há 22 anos, sempre fiz todo o tipo de actividade física e como estou de baixa médica há mais de 2 meses, deixei de fazer uma vida activa e normal.

Gostaria de saber se os 5 dias por semana são excessivos: das 10h às 13h30/14h - laser, correntes interferenciais com calor húmido, depois mobilização activa e mobilização passiva e massagem (pelo fisioterapeuta), depois exercícios em equipamentos: 8 min na "bicicleta para os braços"; roldanas (extensão do braço); exercícios com cordas elásticas puxando e provocando a junção das omoplatas, adução e abdução do braço. Depois com bola grande, exercícios de rotação e extensão do braço, alongamentos e por fim, gelo?

E se, perante este quadro, poderá ser necessário efectuar infiltrações ou artroscopia ou até mesmo cirurgia?

SB

Bruno Moreira Campos disse...

Olá António,

Obrigado.

2 x por semana parece-me pouco, mas é muito ingrato opinar sem ver, espero que entenda. Na Europa a Osteopatia tem muito sucesso na CA. Sugeria procurar um Osteopata que entenda o problema. Parece-me estar no estágio 3 onde alguma mobilização passiva é permitida.

Abraço

Bruno Moreira Campos disse...

Geise,

Depois de 100 sessões de fiso não há alteração nehuma?

Tem que me dar mais dados sobre os sintomas. O que disse é mto pouco.

Cumprimentos

Bruno Moreira Campos disse...

Geise,

Depois de 100 sessões de fiso não há alteração nehuma?

Tem que me dar mais dados sobre os sintomas. O que disse é mto pouco.

Cumprimentos

Bruno Moreira Campos disse...

SB,

Pelo que descreve, parece-me absurdo e excessivo. Não sei se a CA foi bem diagnosticada,admito que sim e se foi é uma barbaridade fazer tanta coisa, que provavelmente agravaram o quadro inflamatório, o que por sua vez cria mais aderências. Exercícios activos que forcem a amplitude tb não são boa ideia para já e os passivos tem que se ter mutio cuidado. Os músculos adjacentes tb têm der ser "desactivados" e o gelo em teoria tb não a ajuda. A fiso que está a fazer é para recuperação pós cirúrgica prescrita pelo médico, não é para a CA, correndo o risco de agravar caso seja. De qualquer maneira, repito isto várias vezes, é muito ingrato e injusto falar sem ver exames ou o paciente.

O meu comentário tem subjectividade e é baseado apenas na info que descreve.

Cumprimentos

Claudia disse...

Olá!! B noite. Estou com capsulite adesiva a uns 7 meses. Foi um ortopedista que diagnosticou através de ultrasson. Começou no esquerdo, onde fiz fisiot + manipulação + laser e ultrasson. Estou bem melhor, só a rotação ainda está bem comprometida. Agora o direito está doendo menos, mas os movimentos estão bem limitados. Não consigo fazer nenhum exercício de rotação, pois a dor é insuportável. Sabe dizer se em Recife consigo fazer Osteopatia pelo sus ou por um preço mais acessível? Onde me informei achei bastante caro. E se pegar em peso posso piorar? Pois tenho um bebe de um ano com uns 13 kg. Existem casos de cura total? Fiquei muito triste com o diagnóstico, sou artesã e a capsulite tem interferido no meu trabalho,dói e da uma tremenda canseira no braço e tenho frequentes torcicolos. É uma superação diaria da limitação e dor. Obrigada pela atenção e ajuda. Bjs Claudia

sandra disse...

dr bruno devido remedios como voltarem meu marido deu ulcera de 2 cm tomo uma serie de remedios durante 7 dias + ou - 3000mg de antibioticos por dia depois atraves de uma ressonancia descobriu a capsulite adesiva esta numa fase de muita dor severa , quase nao dorme de noite de tanto sentir dor ele toma paco 500mg + 30gm de codeina e um antidepressivo que o medico passou da nauses e enjoo e vomito a minha maior preocupação é que ele em 60 dias perdeu quase 15 kilos devido a remedios que enjoam muito ele , lendo esses relatos me senti um pouco aliviada é normal emagrece devido a quantidade de remedios que se toma e noites a dentro sem dormir me alivie vc tem pessoas que emagrecem devido a capsulite ele esta muito nervoso devido as dores. preciso de palavras para que possa ajuda-lo. muito obrigada
sandra

Anónimo disse...

Olá, meu nome é Rafaela eu fiz uma cirurgia para reparar meus ligamentos que estavam frouxos, meu ortopedista me orientou a ficar um mês com a tipoia sem realizar nenhum movimento e não me encaminhou para a fisioterapia porem tenho medo de ficar com o ombro congelada vc acha que isso pode ocorrer?
Desde já agradeço a atenção

adalberto disse...

aguardei por muito tempo uma resposta, já que não veio, acho que não fui respeitado,então educadamente agradeço...

adalberto disse...

aguardei por muito tempo uma resposta, já que não veio, acho que não fui respeitado,então educadamente agradeço...

Anónimo disse...

Eu tenho 54 anos tive capsulite adesiva no ombro esquerdo, no início tomei 6 injeções de cortisona por recomendação de um Ortopedista de ombro e nada, aí o Ortopedista me receitou 20 dias de anti inflamatórios, na época meu filho médico residente em São Paulo resolveu intervir e me autorizou a tomar apenas 7 dias.Nesta altura eu estava fazendo fisioterapia com choquinhos e ultra som,mas não fazia nenhum efeito pois a doença prosseguia com suas fases sem nenhum retrocesso.Consultei um clínico Geral considerado um dos melhores daqui (B.H),então ele me recomendou apenas paciência...mas que eu podia continuar apenas com a fisioterapia, mas decidi não faze- la também,por minha conta nadava de vez enquanto onde eu tentava mover meu braço sem nenhum esforço maior.
As fases eram claramente sentidas:dor;restrição dos movimentos;melhor gradual da dor e retorno dos movimentos.
Até que um dia eu estava assistindo TV sozinha e literalmente escutei minha voz interior, levanta sei braço eu obedeci e ele levantou todo, mas até dava um pequeno estalo , fiquei muito feliz e fui mostrar para minha filha e daí para frente o braço voltou ao normal totalmente, voltei a jogar tênis e tudo mais, por isso que qdo eu li outros depoimentos desesperados resolvi descrever minha
experiência para que ela dê aos que estam passando por
esta doença a esperança que no final ficamos normais.Fé em Deus!Suzana.

Anónimo disse...

Eu tenho 54 anos tive capsulite adesiva no ombro esquerdo, no início tomei 6 injeções de cortisona por recomendação de um Ortopedista de ombro e nada, aí o Ortopedista me receitou 20 dias de anti inflamatórios, na época meu filho médico residente em São Paulo resolveu intervir e me autorizou a tomar apenas 7 dias.Nesta altura eu estava fazendo fisioterapia com choquinhos e ultra som,mas não fazia nenhum efeito pois a doença prosseguia com suas fases sem nenhum retrocesso.Consultei um clínico Geral considerado um dos melhores daqui (B.H),então ele me recomendou apenas
paciência...mas que eu podia continuar apenas com a fisioterapia, mas decidi não faze- la também,por minha
conta nadava de vez enquanto onde eu tentava mover
meu braço sem nenhum esforço maiorAs fases eram claramente sentidas:dor;restrição dos movimentos;melhor gradual da dor e retorno dos movimentos.
Até que um dia eu estava assistindo TV sozinha e literalmente escutei minha voz interior, levantei meu braço eu obedeci e ele levantou todo, mas até dava um pequeno estalo , fiquei muito feliz e fui mostrar para minha filha e daí para frente o braço voltou ao normal totalmente, voltei a jogar tênis e tudo mais, por isso que qdo eu li outros
depoimentos desesperados resolvi descrever minha
experiência para que ela dê aos que estam passando por
esta doença tenham esperança que no final ficamos normais.Fé em Deus!Suzana.

Leidi disse...

ESTOU PRATICAMENTE CURADA. FORAM NOVE MESES DE TRATAMENTO: SENDO 14 INJEÇÕES NO OMBRO, CHAMADAS BLOQUEIO ANALGÉSICO DE NERVO (UMA A CADA QUINZE DIAS)E SESSENTA SESSÕES DE FISIOTERAPIA, NOS QUATRO PRIMEIROS MESES SÓ EXERCÍCIOS PASSIVOS BEM LEVES POIS A CÁPSULA ESTAVA MUITO INFLAMADA, DOIA MUITO E EU HAVIA PERDIDO QUASE TODOS OS MOVIMENTOS DO BRAÇO. NO SEXTO MÊS DE TRATAMENTO JÁ HAVIA TOMADO ONZE INJEÇÕES QUANDO COMECEI A RECUPERAR OS MOVIMENTOS, INTENSIFICAMOS OS EXERCÍCIOS. AGORA JÁ RECUPEREI NOVENTA POR CENTO DOS MOVIMENTOS E FAÇO EXERCÍCIOS PARA RECUPERAR A MUSCULATURA DAS COSTAS E DO BRAÇO QUE FICARAM "MURCHOS".
CONCLUINDO: NOS PRIMEIROS CINCO MESES A SITUAÇÃO SÓ PIORA, NÃO ADIANTA FORÇAR QUE PREJUDICA MAIS, DEPOIS DESSE TEMPO NORMALMENTE O ORGANISMO VAI DESFAZENDO AS FIBRAS QUE SE FORMARAM NA CÁPSULA E LIBERANDO OS MOVIMENTOS. ABRAÇOS.

Leidi disse...

ESTOU QUASE CURADA. TUDO COMEÇOU HA OITO MESES ATRÁS, FOI DIAGNOSTICADA CAPSULITE ADESIVA. TIVE MUITA DOR POR VÁRIOS MESES E PERDA DOS MOVIMENTOS DO BRAÇO, O TRATAMENTO foi: QUATORZE injeções no ombro, chamadas de BLOQUEIO ANALGÉSICO DE NERVO e sessenta sessões de fisioterapia. Nos cinco primeiros meses a rigidez do ombro só piorou, mas as injeções foram tirando a dor aos poucos. Também nos cinco primeiros meses a fisioterapia foi bem leve e passiva, pois a cápsula estava muito inflamada.
Hoje oito meses depois, não tenho mais dores e faço exercícios em casa. Já recuperei noventa por cento dos movimentos. Abraços e boa sorte aos ainda encapsulados.
Leidi.
Sorocaba - SP. BRA.

Anónimo disse...

Gostaria de saber se meu caso tem cura,fiz uma cirugia de rompimento de tendão manguito-rotador,foi uma artroscopia,quando estava na faze de recuperação da cirugia fiquei com capsulite no ombro direito,a mas de um ano com o ombro congelado agora estou com tendinite no mesmo ombro.Sera que tem cura?

Josefina Aló Martins disse...

Olá Dr Bruno!
Parabens pela iniciativa deste blog, ler os comentários das outras pessoas me ajudou a lidar com meu problema da capsulite adesiva no ombro D, pois quando compreendemos melhor o que está acontecendo nos ajuda a enfrentar e fazer o que é necessário para a cura !! A dor (principalmente noturna) é insuportável, só quem passa por isso sabe o que significa!! Estou numa fase melhor, no nono mes da doença, já sem dores e ampliando os movimentos. O que deu "start" para a melhora foram 2 bloqueios anestésicos + massagens (mto bom!), voltei a tomar AINES e agora faço fisiot. com técnicas de manipulação manuais (maravilhosas !) e de liberação da fáscia muscular (que estavam com várias contraturas).Fiquei sabendo que não é indicado fazer fisiot. enquanto está mto inflamado, que só piora. Até agora fiz cerca de 25 sessões apenas, desde que começou a diminuir a dor, e tenho tido bons resultados. Mas custei a encontrar uma boa profissional!!Já gastei bastante, é um problema que realmente deixa a gente ( e toda a família) assustada ! Um abraço a todos, e não desanimem, cuidar do emocional é mto importante, mais importante até do que os exercícios na fase da dor !!
Josefine

Andréa disse...

Dr. Bruno
Obrigada pelo blog, poistem me ajudado muito. Fui diagnosticada com CA há 1 mês e meio, no ombro esquerdo. Antes, estava sentino uma dor muito forte no braço, ao esticar, e um ortopedista diagnosticou como tndinite. A dor piorou e, depois de 1 mês, percebi que não conseguia mais, por exemplo, abotoar o soutien nas costas. Foi então que fui a outro profissional que, através de RM, diagnosticou CA, apesar de nela aparecerem, tbém, tendinite do supra-espinhal e uma leve bursite. Ete diagnóstico foi confirmado por outro médico, que disse que minha CA está ligada ao uso de fenobarbital, então estou mudando o medicamento.
Já fiz 10 sessões de fisioterapia, onde ele usa, principalmente, técnicas de manipulaçao para "quebrar" a fibrose, crochetagem (ganchos) e alongamentos.
Há umas 3 semanas que não sinto dores diurnas, e o médico recomendou-me relaxante muscular para as noturnas - por enquanto - pois meu sono estava muito irregular.
Cheguei ao fisio com cerca de 60graus de amplitude lateral. Hj estou com 170 graus, mas estou compensando na flexão do braço (não consigo esticá-lo sozinha), então ele calcula que estou com 40 graus a menos de amplitude.
Já entrei na fase de, além de exercícios de alongamento, fazer exercícos para fortalecer os músculos da região.
Apesar de a Osteopatia e a crochetagem serem muito doloridas muitas vezes, tenho sentido grande melhora. Até a escápula está saindo menos do lugar quando estico meus braços na barra. já, até, consegui me pendurar um dia nela, por alguns segundos.
Recomendo a todos.
Um abraço e obrigada pela atenção.
Andréa, Juiz de Fora, Brasil.

Glenda disse...

Dr Bruno, fraturei o braço esquerdo em 18/07/2010 na cabeça do úmero. Fui imobilizada por 45 dias e "colou " certinho. Começei a fisio em 02/09, com dores horríveis e com pouco ganho de movimentos.Disseram que era "normal" DEVIDO A FRATURA.. Voltei ao meu ortopedista e ele me diagnosticou CA e me fez mudar para uma fisioterapeuta especialista em ombro, tive melhoras (jÁ FIZ 25 SECÕES), faço tbem exercicios em casa, mas ainda com muitas dores(tilex,depois mioflex),e movimentos ainda limitados.Sou dentista e temo que os movimentos do trabalho atrapalhem a minha cura.acha q devo me afastar do trabalho durante tratamento?posso usar gelo no consultório enquanto trabalho?trabalhar pausadamente?ou seria melhor outra licença médica? obrigada,GLENDA

Anónimo disse...

recebi o diagnostico de CA mais ou menos quarenta dias atras, mas tinha muitas dores desde julho quando levantei um peso excessivo,que provocou dores na região lombar e que foram progredindo até estacionar na região superior das costas entre a coluna e o ombro esquerdo, fiz alguns exames e na RM é que apareceu este resultado de CA .O ortopedista fez uma infiltração no meu ombro o que aliviou um pouco as dores,mas sempre há um retrocesso, tem dias que não dói quase nada e tem outros em que chego até a chorar de dor.Estou fazendo terapia ocupacional com uma especialista em problemas de membros superiores, e faço tratamento com remedio para artrose que acometeu algumas articulações.Tenho 54 anos e meu nome é Nanci.Grata

Miguel Buzaglo disse...

Não tinha conhecimento deste blog, senão já teria dado o meu testemunho.
Sou de Portugal, Lisboa e posso afirmar que a capsulite adesiva foi um dos processos mais complicados com que tive de viver quando tinha 48 anos.
Hoje tenho 53, completamente recuperado e posso dizer que a “doença” modificou-me.
Ao princípio (Maio) pensava que tinha dado um mau jeito ao dormir, uma dor constante no ombro (esq) suportável, mas incomoda.
Passado um mês e pouco, não conseguia elevar o braço e já tinha umas irritações na axila por falta de circulação de ar na zona.
Dirigi-me a um especialista de ombros e iniciei uma fisioterapia….fui piorando.
Deixei de levantar o braço , à mínima abertura involuntária, tipo subir ao descer uma escada ou simplesmente fazer um movimento de equilíbrio, as dores eram tantas que mandava-me para o chão …as dores apanhavam o braço todo até aos dedos, mais tarde tive a explicação que ao mexer no ângulo do braço, “mordia” um nervo!
Foi então que desejei e preparei-me para viver sem um braço, preferia que me o imputassem.
Foi aí que o médico tomou a decisão de ser operado(Agosto).
A operação correu bem…desinflamar e iniciei a fisioterapia diariamente.
Só tinha as dores suportáveis mas suficientes para não conseguir dormir…tentei medicamentos..vallium etc…mas nada!
A recuperação estava a ser muita lenta.
Por sorte dei com a Fisiogaspar …a fisio era algo violenta, tipo gritos…mas ao segundo dia de tratamentos consegui dormir normalmente. Tambem fazia 3x por semana piscina aquecida. Em Janeiro deixei de ir diariamente a fisio e em finais de Fevereiro terminei o tratamento.
A minha capsulite adesiva foi de um grau extremamente doloroso porque apanhava o tal nervo que mencionei, mas nem todas são assim.

Fiquem bem
Miguel Buzaglo

Anónimo disse...

Diagnosticado em Portugal, por um osteopata, trato da CA do ombro esquerdo no Brasil,embora esteja em Lisboa a cada dois meses. Parece que estou na fase dois, isto é, a dor não é mais tão intensa, embora durante o dia tenha dor expontânea. Para dormir continua difícil e quando acordo o ombro está sempre muito dolorido. Parei a fisioterapia por ordem médica. Tenho feito (já completei cinco) bloqueios. Não vi ainda resultado muito animador, porém não tenciono interromper os bloqueios. Os bloqueios podem produzir efeitos colaterais indesejáveis?

margareth disse...

Dr. Bruno,

Fiz a artroscopia do ombro direito em 02/08 ( tenho 3 meses de operada) e fiquei na tipoia por 5 semanas praticamente imobilizada.
Após a retirada da tipoia já fui liberada para a fisiotepia, que faço 2 vezes por semana.
Enquanto imobilizada não sentia dores porém depois de liberada sinto dores constantes. Não consigo dormir de tanta dor.
Meu ombro “repuxa” e doi e sinto muitas dores musculares também.
Às vezes paracem "facadas"m outras fisgadas. As dores não são iguais.
Alguém já passou por isso? É normal? Se alguém puder me informar, agradeço.
Já perguntei várias vezes ao meu médico que diz ser normal, juntamente com a fisioterapeuta.
Me sinto desanimada, deprimida e receosa.
Obrigada pela ajuda.

Bruno Moreira Campos disse...

Parece-me normal, porque todas as estruturas do ombro estão agora a ser estimuladas, depois de um período de imobilização. De qualquer forma, converse sempre com o médico e fisio sobre a alteração de sintomas. São eles, melhor que ninguém que a podem ajudar.

Anónimo disse...

Boa tarde! Fui diagnosticada com capsulite adesiva tem mais ou menos um mes, fiquei um pouco assustada pois pensei que nunca mais voltaria ao normal, tenho feito fisioterapia (comecei antes de procurar o ortopedista)uma vez por semana e ainda não consigo movimentar o braço (direito). Tenho tido muita paciencia, embora algumas vezes tenha momentos depressivos.
Tenho feito algumas tarefas em casa para ver se não enlouqueço, embora meu maior desejo seja voltar a dirigir, (fui diagnosticada quinze dias depois que comprei o carro..), sinto muita dor, ja tive febre, o ortopedista me receitou um analgésico (paracetamol/tomodol) no começo passava toda a dor mais agora a dor continua embora com menos intensidade( numa escala de 0 a 10, estou com 5).
Agradeço a todos e principalmente a Dr Bruno pelo espaço de esclarecimento e de podermos conversar com outras pessoas que passaram pelo mesmo problema e que obtiveram resultados positivos isso me deixa bem mais tranquila.
SAUDE A TODOS!!!

analice disse...

eu estou diagnosticada com sindrome de colisao do ombro d. e o medico pediu para eu movimentar para nao congelar... mas olha tar difiicl.... poois eu faço qualquer coisa e tenho que ficar parada,,, depois por longo temp.... as dores sao grandes na cabeça, na coluna no ouvido.... tenho que ficar parada... sem movimentar para ele aliviar...e para piorar sou alergica e nao posso usar antinflamatorio, para dor apenas tilenol.... e deu inflamação em todos os 3 tendoes ...do ombro... quanto tempo para isso ser revertido... ? o medico solicitou 45 dia spara acupuntura???

ficarei no aguardo da opinião...

Vanessa de Souza disse...

Drº Bruno, boa noite!
Drº dia 01/06/10 sofri um acidente, onde tive fratura exposta e quebrei mto minha clavicula, dai passei pelo médico que indicou cirurgia, depois de esperar 20 dias a liberação do plano realizei, coloquei uma placa e 6 parafusos, porém desde o 1º momento que sai da sala de cirurgia a placa já estava saliente, horrível, meu médico disse que era normal, que 1 ano depois tiraria por estetica, enfim...Passou dias, semanas e a dor era constante, desde então estava imobilizada, voltei no médico, me indicou tramol pra dor e nada, até que fui em outro especialistas, onde fiz exames e disseram que estava solta a placa e me machucando, porém era mto cedo para retirar, já que não estava consolidado, e eu continuei cm o braço imobilizado, 4 meses depois começou a inflamar e a placa mais saliente e dores terriveis, precisando tomar morfina, dai em outubro precisei realizar a cirurgia, dai o médico tirou a placa e viu que não consolidou mesmo, diagnosticando pseudoartrose, depois da cirurgia fiquei mais 30 dias imobilizada para tentar consolidar, foi em dezembro q mostrou que estava consolidando, porém as dores jamais sessou, e tomando tramol, até que me deu problema no estomago e figado, não posso tomar mais remédio e nenhum que seja a base de dipirona pois sou alergica.
Agora dia 08/ 01/11 fiz exames e meu médico disse que estou cm CA, até então meus fisioterapeutas tratavam como encurtamento de musculos e nervos, mais desde novembro que comecei a fisio meu braco não ergue, as dores são terriveis, não consigo esticar, quando tento além do ombro repuxa minha mão, braço, ante braco doi mto meu cotovelo, repuxa até nas costas e tenho dores na nuca, penso ser tensão devido tantas dores e preocupação, Drº o que o senhor me sugere, seria melhor operar para retirar isto, não aguento mais fica com dores terriveis, durmi a base de rivotril e longe do meu trab.
Por favor, espero resposta e uma luz, pois estou triste e desesperada cm tudo isto.
E estou fazendo ainda fisioterápia e hidro, chego a passar mal de tanta dor quando as fisioterapeuta puxa meu braço forçando pro lado, pra cima e p trás, e não vi nenhum progresso, pelo contrario, de uns dias pra cá as dores se intensificaram mais.Já fiz em média 45 sessões.
Att Vanessa.

Bruno Moreira Campos disse...

Vanessa,

Não percebi a pergunta. Quer ser operada para tirar o quê?

Anónimo disse...

dr. boa tarde tive um acidente em 5 de setembro de 2009 onde fiz uma retura do mangito-rotor onde fiz 3 artoscopias fis 6 infiltraçoes e agora tanho o ombro congelado sera que tem cura a minha situaçao nao tanho nenhuma patologia .

Anónimo disse...

dr. boa tarde tive um acidente em 5 de setembro de 2009 onde fiz uma retura do mangito-rotor onde fiz 3 artoscopias fis 6 infiltraçoes e agora tanho o ombro congelado sera que tem cura a minha situaçao nao tanho nenhuma patologia .

Bruno Moreira Campos disse...

Claro que tem.

Sugiro que leia o artigo e os comentários e respostas.

Vai encontrar casos semelhantes.

Vanessa de Souza disse...

Drº Bruno, é a cirurgia para retirar a fibrose (penso ser este nome) que causa a capsulite adesiva, se é recomendado, pois li que a recueração é demorada, dolorida;E eu quero poder retornar o mais breve as minha atividades, e cm esta dor é impossível.
A cirurgia seria indicado, melhora fazendo-a, ou não tem mtuita solução e o remédio é esperar.

Anónimo disse...

Caros companheiros e companheiras SOFREDORES com OC (ombro congelado)

Inicialmente parabenizo e agradeço ao criador deste BLOG, Dr. Bruno, pela excelente iniciativa! Nesta terrivel moléstia é FUNDAMENTAL saber o que temos, e que a recuperacao é lenta e dolorosa! caso contrário ela facilmente pode levar ao desespero e depressão profunda...

Minha pergunta especifica é: como aliviar as CONSTANTES dores?

Minha experiência, com minha moléstia, é a seguinte:

i) gelo+agua (para ficar a graus)por 15 minutos tem apenas um efeito anestésico parcial (mas por falta de outro remedio melhor uso sempre que estou desesperado e que seja possível); Tambem há algumas contraindicacoes leves, mas aqui nao ha espaço pra discutir.

ii) Acho que anti-inflamatórios como IBOPRUFEN tem um pequeno efeito, pois o ombro é pouco irrigado; mas tenho tomado quando estou desesperado; isto é dia-sim, dia-não, eheheh...

iii) Fiz uma infiltracao de cortisona (o médico e eu suspeitavamos de bursite); mas nada adiantou e os efeitos colaterais podem ser terriveis. Não farei mais nenhuma!

iv) anti depressivos (sedativos) fortes como o TRIPTANOL devem funcionar; mas se voces lerem a bula sobre os TERRIVEIS efeitos colateriais ficarao desanimados...

v) Tambem nao testei os famosos bloqueios (anestesia), mas pelos relatos que li acima as pessoas tem feito de 5 a 15! Nao é demais? Isto é, passado esse tempo todo parece-me que a doença regride mesmo...E pode ter sérios efeitos colaterais.

vi) Ainda nao testei CALOR! Alguem pode me dizer se testou e se funcionou?

Informaçoes adicionais aos que tem interesse e paciencia:

Tenho OC (ombro congelado) desde Novembro de 2010 - ha ~3 meses- e ainda estou na maldita 1a fase da DOR (uns dias melhores, outros bem piores). Ela surgiu uns 2-3 meses apos uma lesao num jogo de golfe (lesao de 0,7 cm no subescapular, mais descolamento do labrum com cisto associado). Agora sou um golfista irritadissimo sem poder jogar e sofrendo de dores constantes e severa limitacao de movimentos (é dificil para um cara maduro nao poder penter os cabelos ou vestir uma camisa; sem mencionar outros detalhes...).


Enquanto nao saro irei continuando com a leitura deste BLOG e de outras materias na internet, fisioterapia ativa e passiva e musculacao light para nao atrofiar tudo...Aceito sugestoes...

Muito obrigado pela atençao e pelos ensinamentos ja postados e futuros.

Putterdesigner
Sao Carlos, SP, Brazil

Cinara disse...

Olá.Bom tenho 2 perguntas:A Capsulite adesiva é hereditária?Pois minha mãe,2 irmãs e eu temos.E tb queria saber se ela pode ser confundida com outra doença.
Obrigada....Cinara

Bruno Moreira Campos disse...

A etiologia da CA é complexa, confusa, muitas vezes desconhecida e semelhante a outras patologias directa ou indirectamente e que se saiba não há factor hereditário relacionado com a CA.

Profª Sandra disse...

Boa noite, estou com capsulite adesiva, no ombro esuqerdo.Minha primeira fase durou 7 meses. Agora, estou na fase de descongelamento.O que me ajudou demais foi a hidroterapia. Foi na água que comecei a ganhar os movimentos. Além disso, faço massagem uma vez por semana, com um japonês que primeiro desinflamou minha cervical e depois foi trabalhando os espaços para os músculos poderem trabalhar. Ainda sinto algum incomodo e ainda não consigo levantar totalmente o braço, mas acredito que esteja no caminho certo. Se puder ajudar alguém, estou à disposição, mas diria que a paciência é fundamental.

Rose disse...

Boa Noite

Descobri este blog hoje e gostaria de dar meu depoimento.

Sofri um assalto em julho de 2009, do qual tive uma queda e fraturei o ombro.

Após a mobilização, iniciei a fisioterapia , porém sempre com uma dor INSUPORTÁVEL, INDESCRITÍVEL.

Tomei 4 caixas de anti-inflamatórios, pois tinha lesões nos tendões e inflamações, mas nada adiantou.

Sou diabética e a falta de exercício me prejudicou bastante.

Antes eu era super ativa (nadava, jogava voley e frescobol), mas depois até caminhar tinha que ser por apenas meia hora, pois o próprio peso do braço provocava dor),além de não conseguir trabalhar e acabei entrando em depressão.

Até hoje estou tomando anti-depressivo, por conta do trauma do assalto e da dor que, não indo embora, não me permite esquecer o incidente.

MAS HÀ UMA ÒTIMA NOTÌCIA: Nos últimos dias (estou na fase do descongelamento) voltei a nadar (com restrições) e os exercícios na água aquecida parecem ser a única coisa que realmente me deram esperança de cura (e Deus tb,claro).

Apesar de ainda sentir dor, após umas 150 sessões (ou mais) de fisioterapia (cinesioterapia) e com os exercícios que agora estou conseguindo fazer na água aquecida, estou conseguindo recuperar bem os movimentos.

E parece que agora a melhora está sendo mais visível a cada semana.
Espero em breve retornar à minha vida normal.

Abçs a todos e não percam a esperança de melhora.

Obrigada pelo site, Dr Bruno.
Fiquem com Deus

Resende disse...

Boa Noite Dr. Bruno,

Há 1 ano fui submetida a uma artroscopia e depois de uns 3 meses o medico constatou Capsulite Adesiva. Faço fisioterapia e hidroterapia todos os dias e de uns 5 meses pra cá tenho a impressao de que nao ha progresso no movimento do meu ombro. Procurei outros especialistas no caso, uns dizem p/ fazer outra cirurgia, outros dizem que nao, que ainda posso recuperar meus movimentos apenas com fisioterapia e hidroterapia. Gostaria de saber sua opiniao. Devo ou nao fazer outra artroscopia? Li alguns comentarios onde pessoas recuperaram os movimentos e ainda tenho esperança. Desde ja agradeço a ajuda.

Anónimo disse...

Desde novembro, percebi que meu ombro esquerdo estava com uma dor e que mal conseguia dormir a noite, procurei um médico especialista em ombros e ele percebeu que pelos meus movimentos eu estava com capsulite adesiva. Ele indicou bloqueio n. supra-escapular, são 15 aplicações, fiz 5, e tive uma melhora nas dores que sentia, paralelo a esse bloqueio, faço também fisioterapia analgésica. A segunda fase, estou nos alongamentos do ombro esquerdo, e vou começar agora a hidroterapia para tentar recuperar os movimentos, sei que é lenta a caminhada do tratamento desta doença, vou tentar de tudo para não fazer intenvenção cirúrgica, vou me curar, tenho fé, e a todos, também tenham bastante paciência, pois sei que requer bastante esforço.

Anónimo disse...

HÁ MUITO TEMPO EU SENTIA UMA DOR FORTE NO OMBRO DIREITO QUANDO ATIRAVA UMA PEDRA NA REPRESA, ATÉ QUE UM DIA SENTI UMA DOR INSUPORTÁVEL QUANDO FUI FECHAR A JANELA(QUE ABRE PARA FORA) DO BANHEIRO, POIS TIVE QUE FORÇAR MUITO,FUI AO ORTOPEDISTA E APÓS EXAMES FOI DIAGNOSTICACO BURSITE NO ULTRA, FIZ 20 SEÇOES DE FISIO, MAS NADA ADIANTOU ENTÁO O PEDIATRA ME INDICOU OUTRO QUE ERA ESPECIALISTA EM OMBRO O DR EDGAR VALENTE QUE COM ALGUNS EXAMES MOVIMENTANDO O BRAÇO CONSTATOU CAPSULITE ADESIVA, O DR RECEITOU UMA INJEÇÃO ANTI-INFLAMATÓRIO E 45 DIAS DEPOIS EU TIVE ALGUMAS MELHORAS NO RETORNO AO MEDICO, DAÍ ELE ME RECEITOU 20 SEÇOES DE FISIOTERAPIA E FISIOTERAPIA ORTO-MANUAL, JÁ FIZ 18 SEÇOES E JÁ ESTOU QUASE BOM, ACHO QUE RECEBEREI ALTA.
PERCEBI QUE DORES NO OMBRO TEM QUE SER DIGNOSTICADO CORRETAMENTE SENÃO O PACIENTE NÃO RECUPERA OU FAZ CIRURGIA INDEVIDAMENTE.

LIMA disse...

Boa Noite Dr. Bruno, e Boa recuperação aos escolhidos a terem CA, sofri um acidente de moto onde tive LUXAÇÃO NO OMBRO ESQUERDO no dia 05/10/2010, fiquei 6 semanas de tipóia, meu médico me aconselhou fazer cirurgia ( Âncoras por meio artroscópio ), no dia 23/12/2010 realizei a cirurgia, até então nesse intervalo de tempo fiquei com a tipóia momentos sim e momentos não, mas não fazia nenhum movimento brusco ou parecido com alguma fisioterapia, no dia 21/01/2011 fui liberado para iniciar a fisioterapia, então contando os dias do acidente até a liberação para a fisio, contei + ou - 120 dias de tipóia sendo que algumas vezes tirava ela mas ficava com ela a maior parte do dia e da noite, venho fazendo na fisio o tens, infra, exercícios rotacionais com bola, elástico ( ganho de resistência ), me matriculei num clube com piscina para fazer movimentos na água, pois meu médico disse que era fundamental e me ajudaria na recuperação, e, manipulação feita pela fisioterapêuta que eleva meu braço aos extremos sem dó, nesta semana santa mais precisamente na terça-feira, tive a informação pelo meu médico que meu caso evoluiu para uma CAPSULITE ADESIVA, e que era para ter paciência, que cada caso um caso, estou segurado na ( caixa ) e ele me deu mais três meses para reabilitação, me falou para continuar com a fisio, e se não houver melhoras, aí partitia para o bloqueio, anti-depressivo, e injeções de corticoides, aí pergunto: será que minha CA tem à ver com o tempo que fiquei com o braço sem movimenta-lo? sinto dores quando elevo o braço acima dos olhos sendo na elevação frontal, lateral, rotação externa, mas quando parado não sinto dores como lí em alguns comentários, sendo assim em qual estágio está minha situação?? no meu caso minha recuperação completa pode durar quanto tempo?? desses exercícios que faço algum deles pode estar me prejudicando?? posso intercalar outros exercícios?? quais?? com qual frequência posso fazer os exercícios?? em casa continuo fazendo ou deixo o ombro descansar para não fadiga-lo?? espero não ter me alongado e agradeço respostas... "SEJAMOS FORTES E PERSISTENTES" um abrç. a todos...

São Barroso disse...

Olá a todos os "pacientes" de ombro congelado, sim neste caso pode-se mm chamar pacientes porque isto tira a paciência a qq um...
Não sei bem como começou mas em Julho de 2009 dei um jeito de ombro que me doeu horrores, mas achei que ia passar mas como foi sempre piorando em Novembro fui ao médico ortopedista que me diagnosticou tendinite e mandou fazer fisioterapia fiz 20 sessões mas não tive melhoras nenhumas, depois fui ao um senhor de medicina chinesa que me disse em 2, 3 vezes iria ficar boa, mas fiz 4 e nada resultou. Depois fiz 15 dias de anti-inflamatórios e nada e mais 15 dias de cortisona e nada 7 sessões de electroterapia com acupuntura e nada fiz depois uma infiltração e nada... finalmente fui a um grande especialista de ombro que me disse ter o ombro congelado (CA) e me mandou fazer fisioterapia com um fisioterapeuta tb mto bom no ombro mas depois de 15 sessões o médico foi de opinião que não ia resultar sem a cirurgia... fiz a artroscopia e correu bem fiz na clinica as primeiras sessões de fisioterapia com anestesia local e dp continuei a fisioterapia com o meu fisioterapeuta. (fiz cerca de 80 sessões)
Estava a correr bem e eu de facto fui ganhando mobilidade mas sempre com dores ja não tão intensas como eram no inicio, que tal como dizem os meus "colegas" de CA são dores horríveis, mas sem ainda conseguir dormir sobre o lado direito e fazer alguns movimentos. De repente sem ninguém (médico e fisioterapeuta) perceber tive um retrocesso e comecei a perder mobilidade. O médico mandou-me fazer ressonância magnética e não encontrou motivo aparente embora tenha dito que voltaram algumas aderências mas que não justificavam. Disse-me para parar com a fisioterapia e fazer Pilatos, yoga uma situação mas lúdica uma vez que eu era mto ansiosa. Estou a fazer isso, mas...
Gostaria que me ajudassem e me dessem uma opinião... alguma vez vou ficar totalmente recuperada??? é que é o lado direito e dá-me algum transtorno, embora ja tenha voltado a trabalhar custa-me imenso escrever e claro mto tempo de computador pq e o lado direito a fazer tudo. As noites ainda continuam a ser horríveis pois ninguem dorme toda a noite pro mm lado e pro lado que eu gostava de dormir e que antigamente dormia não posso... Só queria saber se há mais alguma coisa que deva fazer e se alguma vez ficarei bem... obg e desculpem a grande escrita, mas vir ver as histórias dos outros ajudou-me a perceber que o que sinto com esta "doença", é normal pq outros tb sentem.... fico a aguardar me diga alguma coisa Dr. Bruno Moreira Campos e obg pelo seu blog

Anónimo disse...

dr bruno fiz cirurgia em ombro direito em 2008 acometeu-me, após, capsulite adesiva sem melhora, em 2010, fiz nova cirurgia para 'soltar' o ombro, sem resposta, a dor persiste até hoje, e há 1 ano e pouco passou para o ombro esquerdo. A minha pergunta é capsulite pode passar 24 meses sem melhora, fazendo o tratamento? e pode passar para o outro braço?

Anónimo disse...

Osteopatia, hummm..., isso não me cheira bem. Diem que vcs são grande causadores de lesões como hernia de disco, ruptura tendinosa, e outras.
Vai devagar para não prejudicar, e boa sorte Sr Bruno.
incrivel,

Bruno Moreira Campos disse...

Incrível é você e o seu olfacto, na sua gigante ignorância, com o esplendor da arrogância típica de quem não olha mais à frente que o próprio umbigo, ter perdido tempo para escrever esse comentário ridículo. Partilhe com o mundo e com os outros apenas aquilo em que é realmente bom e aquilo que possa contribuir para o bem comum e crescimento individual. Abstenha-se de estupidez, porque neste espaço isso não tem lugar.

Professora Rita Brun disse...

Bom Dia Dr. Bruno

Eu encontrei seu Bloge procurando maiores informações sobre bursite. Por favor, o sr. poderia me ajudar a entender melhor o meu problema? Vo, ou descrevê-los.
Em 2010 depois de estar usando o computador durante horas, apresentei sintomas de dormência no braço esquerdo, até os dedos mindinho, anelar e dedo médioe tb dor no ombro esquerdo. Na mesma época apareceu uma dor no ante braço do lado direito que sinto se pegar peso. A princípio supeitou-se de síndrome do carpo, fiz um eletroneuromiografia, que detectou um edema, mas tb que aos poucos regrediu. Porém na nesma época o médico pediu uma ressonância magnética da cervical com o seguinte laudo final: Osteófitos marginais, com sianis de pequeno componente posterior em C4/C5 e C6/C7 à esquerda.
Discopatiacom leve protrusão posterior difusa em C4/C5, C5/C6 e C6/C7, mais significativo em C5/C6 que toca a margem medular mas sem deformá-la. Fiquei com este diagnóstico, pq a princípio tudo era causado pela coluna. Hj acho que me enganei redondamente, as dor no ombro ressurgiu agora em condições restringentes, não consigo levantar o braço, dói muito a qualquer movimento. Fiz outra ressonãncia magnética agora em junho e o laudo final é este:
1-Pequena quantidade de líquido intra-articular glenoumeral.
2- Bursite subacromial/subdeltoídea
Obs: edema dos tecidos moles capsulares e pericapsulares predominando no intervalo rotador e no recesso axilar na projeção do ligamento glenoumeral inferor, cujas características de imagens são compatíveis com capsulite adesiva que deve ser valorizada em associação com dados clínicoas da paciente.
Doutor eu me alonguei bastante, o objetivo era procurar me fazer entender. A reumatologista que estava me acompanhado me encaminhou para um ortopedista que devo consultar dia dez de agosto.
Se possível o sr pode me dar alguma orientação? Gostaria de saber exatamente o que conversar com o ortopedista.
Agradecida desde ja.
Um abraço.
RitaBrun

janice disse...

Meu nome é Janice, bancária há 23 anos. 49 anos.Há +- 10 anos trato de LER relutante quanto a cirurgia Tenho epcondilite, Sindrome do desfiladeito tóráxico. Em última ressonância foi diagnosticado início de rompimento do tendão do ombro e compressão nervosa pelo acrômio. Passei por uma artroscopia há 60 dias no cotovelo e ombro e estou sofrendo dores absurdas.Foi diagnosticado CA e o médico recomendou nova artroscopia.Receitou Venlaxin(cloridrato de venlafaxina) e tramal.
Gostaria de obter sua opnião quanto a nova recomendação cirurgica, o uso no venlaxin(usa vez que uso sibutramina)e se deve forçar em manobras em fisioterapias. Chego a chorar nas sessões.O que posso fazer para amenisar o dor. É insuportável.
Obrigada.

Anónimo disse...

Tenho 54 anos e desde fevereiro/2011 sinto muitas dores nos dois ombros, finalmente em julho/2011 o ortopedista diagnosticou a capsulite adesiva.
.
No ínicio a dor era insuportável e sem querer descobri que 1 comprimido de Aspirina diário tornava a dor suportável. Outro tratamento que diminuiu muito a dor foi colocar saco com água bem quente duas vezes ao dia.
.
O ortopedista me aplicou uma injeção de corticóide Beta30 e indicou fisioterapia.
.
Vou aguardar a evolução do tratamento.
.
Melhoras para todos.
.
Humberto

Nazare Varella disse...

Boa noite...eu tive a sete anos atras o ombro direito congelado....fiz fisioterapia...foi uma batalha longa... e recuperei todo o movimento do braço esquerdo. Agora estou no ombro direito...depois de sete anos..dizem que é comum dar no outro. Sei que terei novamente uma nova batalha...porém vou manter a calma...voltei a mesma fisioterapeuta,eem casa tenho tmb feito 3 vzs ao dia exercícios...sei que não posso esperar somente pelo exercícios uma vzs por semana com a fisioterapeuta...temos que tamb fazer a cura chegar... O importante para quem é acometida(o) de capsulite adesiva é ter mta calma, e ajudar o fisioterapeuta.... sei que nada dura para sempre....eela tem cura sim.... eu sei que é uma dor insuportável...faço panqueca de gelo de 8 minutos...descanso 3 minutos e faço novamente entre 20 a 30 minutos...duas vzs ao dia..Vamos ter força....vamos vencer!!!Força a todos.A cura demora mais ela vem!!!

deka disse...

Dr. Bruno, so depois de 45 dias e muito antiinflamatorio é que procurei 1 medico, ortopedista q., através de RX identificou ombro congelado. passou 2 contraste(15x15dias)e fisioterapia. Após 15d de fisiot. pouca melhora e fiquei assombrado c. o tempo previsto de recuperação. Não consigo guiar carro e muito mal uma moto. No meu caso começou do nada. A não ser um resquício de uma cirurgia da cervical há 5 anos atrás?

LÉO TOMAZZONI disse...

Olá, Dr. Bruno, primeiro PARABÊNS pelo seu blog, é muito útil. Segundo preciso da sua ajuda, tenho 68 anos, sou diabético e uso 30 unidades de insulina, entre manhã e noite, e em 09/07/2011 realizei uma cirurgia no ombro esquerdo em função da calsificação no tendão, após duas semanas o médico que realizou a cirurgia diagnosticou a Capsulite adesiva. Ele me orientou a fazer fisio e para diminuir a dor receitou um comprimido de 12 em 12 horas de remédio manipulado composto de NIMESULIDA 50 mg, PARACETAMOL 500 mg E AMITRIPTILINA HCL 12,5 mg. Fiz 25 sessões de fisio diariamente, a dor é insuportável principalmente à noite e quanto mais exercíos que faço maior é a dor. Por favor gostaria da opinião do Senhor em relação ao efetivo resultado da hidroterapia e quiropraxia, alêm da Fisio. Neste momento estou pensando em diminuir a quantidade de fisioterapia em função de sentir menos dor, quando faço menos esforço com o braço. Estou com limitações no movimento do braço e até agora não houve nenhum avanço. Por favor se puder sugerir outras formas de tratamento e opinar sobre a quiropraxia e hidroterapia, ficaria muito grato.

P.S.O médico que está me tratando é especialista em ortopedia e traumatologia.
Muito obrigado.

LÉO TOMAZZONI
FLORES DA CUNHA - RS - BRASIL.

mano disse...

Tive ruptura do tendão supra espinhal do ombro direito, no trabalho, pois desenvolvo atividades acima da linha da cabeça (sou eletricista de alta tensão). Após 4 meses de sofrimento foi reconhecido o Acidente de trabalho, e passei por uma artoscopia. Iniciei o tratamento com fisioterapia, e dois meses apos, evoluiu para CA. Fiz 12 bloqueios no nervo sub-escapular, e já utrapassei a casa de 230 seçoes de fisioterapia, faço também hidroterapia, e acumputura. Fiquei com graves limitações, tenho apenas 26 graus de levação, 30 de abdução e zero de rotação interna e externa. Recentemente fui acometido de fortes dores no ombro esquerdo, e exames comprovaram ruptura parcial do tendão supra espinhal esquerdo, meu médico afirma que foi por sobrecarga em função das limitações do ombro direito. E o INSS me mandou fazer reabilitação o que faço, pois mal consigo dormir a noite com dores horriveis, e de quebra minha mão direita não tem sustentação. Poderiam me orientar?

Anónimo disse...

Minha Mãe é diabética, acabou de ser diagnosticada com essa doença, ela sente várias dores e de fato pelo que li aqui ela se enquadra, contudo o médico a diagnosticou apenas por um exame clinico, ela já havia feito um raio X em que não deu nada. Ele recomendou o Bloqueio anestésico do nervo e cloridrato de amitriptilina para tomar além de fisioterapia. Ficamos de pensar se vamos fazer o bloqueio. Ele me garantiu que não se trata de infiltrações, mas toda essa doença é muito nova para mim, e me amedronta muito, será que devo procurar uma nova opinião? e se for diferente em quem devo confiar? nosso histórico com ortopedistas não é dos melhores não sei o que fazer. o que vc me sugere?

Anónimo disse...

Olá Doutor Bruno. Pelo Amor de Deus tenta me ajudar de alguma forma, melhor não eu, a minha mãe!!! Ela fez uma video-artroscopia por causa de um nervo que estava arrebentando e depois começou a sentir as dores fortes e profundas que indicam ser capsulite adesiva... Ela já passou pela primeira fase que você explicou da sudorese e depois de muito procurar saber qual era o problema, um médico especialista em ombro, médico bastante renomado especializado em diversos países, diagnosticou a capsulite adesiva. Porém, além da capsulite adesiva, ela fez outra ressonância que indicou que o nervo se rompeu novamente e agora além desses problemas a mão dela sempre fica mt roxa quando não fica apoiada...

Não sei mais o que fazer, ela chora muito, grita desesperada de dor, nunca vi minha mãe ficar assim, e o médico que fez a operação dela, já não quer saber mais de nada, já liguei pra ele desesperado pra que ele possa operar ela de novo, ela disse que não vai aguentar 2 anos pra diminuir a dor...

Doutor, a minha mãe é meio problemática sabe, tem problemas cardíacos, hipertensa, esses dias esteve internada por causa de um furunculo que causou uma infeccção braba etc.

Por favor, doutor o que podemos fazer pra que essa dor suma de vez?

Ela já toma remédios como Tramal, ibuprofeno, Lyrica, Ranitidina (problemas do estômago que ela tem), nem mais os remédios de dormir fazem efeito.

O ombro dela está totalmente parado, ela não consegue mexer pra nada. Já procuramos diversos médicos e ninguém quer operá-la, nos ajude por favor abraços!

Bruno Moreira Campos disse...

Lamento a dor da sua mãe. Não sei como posso ajudar. Estou em Portugal e não conheço médicos no Brasil. Se há uma lesão do nervo então o melhor é procurar um neurocirurgião. Procure um especialista em ombro.

As minhas sinceras e rápidas melhoras.

Dr. Thales disse...

Caro Bruno, meu nome é Thales sou Fisioterapeuta Brasileiro e Especialista em Osteopatia pela escola de osteopatia de madri. Deixo a indicaçao aos pacientes que necessitem de um osteopata no Brasil, que visite o site http://www.osteopatiamadrid.com.br/guia_osteopatia.php.

Realmente a Osteopatia tem muito a contribuir no Tratamento da Capsulite Adesiva, e a reduzir o tempo de tratamento. Aos pacientes, digo, nao desista.

Abraço
Dr.Thales
thalesfonsecarr@hotmail.com

Anónimo disse...

Olá pessoal. Estou com uma duvida cruel, fiz artroscopia de ombro e já se passaram 7 dias e meus dedos da mão estão dormentes, tipo congelados. Tenho os movimentos mas a sensibilidade está alterada. Não sinto dores no ombro, mas uma pressão nos dedos, como se estivessem inchados. É normal.... isto.

Marcia Mendes disse...

Olá,meu nome é Márcia e 1 MES SOFRIR UMA LUXAÇão no ombro direito< que evoluiu para uma capsulite adesiva estou fazendo fisioterapia e bloqueio analgesico de nervos o que alivia as dores. Os movimentos já estão voltando,jà consigo comer usando a mão direita e jà dà`para amarrar o cabelo. O meu médico falou que o tratamento é bastante demorado,mas que devemos ter muito paciencia. Sei que é dificil ter paciencia, principalmente quando temos uma vida ativa e que estmos acostumados a levantar e irmos ao trabalho, sou professora, e estou , confesso , um pouco triste pelo fato de não poder estar em sala de aula Mas Deus sabe todas as coisa e eu confio nele e no tempo certo Ele me darà a cura

ricardo kruger disse...

Doutor... por favor responda minha dúvida pois estou muito preocupado... tenho 22 anos e sou atleta desde os 15 anos, luto boxe jiu jitsu e muay thai. Fiz a cirurgia aberta no ombro, com lesao na capsula devido a 7 anos com lesao, com muitas luxações nesse longo periodo há 5 meses e meio e fiquei 45 dias com a tipóia. Nao consigo fazer rotação interna e externa e nem colocar o braço para tráz... nao estou tomando nenhum remedio e também nao fiz terapia com ondas... terei meus movimentos de volta?? entendo q possa ficar um pouquinho limitado, mas o medico me garantiu que poderia voltar a lutar...

obrigado

Bruno Moreira Campos disse...

Ricardo, confie na opinião do médico. O que lhe posso dizer é que é muito novo e o nosso corpo tem uma capacidade imensa de se curar e adaptar. Faça muita fisioterapia, conheça o seu corpo e em breve estará a treinar. Cuidado nos treinos de jiu-jitsu com chaves de ombro.
Abraço

rogerio ribeiro disse...

nossa afisioterapia doi muito tem que ter muita perseverança e força de vontade para fazer o tratamento

silvia disse...

Dr. exame RM ombro direito
As estruturas músculo-tendíneas que compõem o manguito rotador bem como o tendão longo do bíceps tem orientaçao normal e intensidade de sinal habitual. Nao ha hipertrofia osteocapsular significativa acrômio claviar. Liquido aumentado nas bursas do ombro (subdeltóidea e acromial) com ederma e espessamento do recesso axilar e edema do intervalo rotador. Esses achados podem representar capsulite adesiva porém, dever ser valorizado juntamente com dados clinicos. nao tenho quase movimento nesse braço não consigo levantar ele. O que fazer.
atenciosamente silvia

Sérgio Melo disse...

É benéfico e curador quando podemos contar com colaboração de profissionais que se preocupam com a nossa dor e de todos nós que buscamos erradicar esse mal que tanto nos incomoda.
Acordei um dia com o ombro esquerdo doendo, e durante um mes a dor persistiu, tive que recorrer a fisioterapia, ultrassonografia, ressonância magnética e por fim radiografia digital, meu especialista recomendou também sessões de hidroterapia.
O diagnostico foi Capsulite adesiva do ombro E. Estou com dentinopatia do supra e infraespinhoso e subescapular, com lesão parcial intrasubstancial dos dois primeiros.
pequeno derrame articular, bursite subacromial/subdeltóidea.
Seria o meu caso sirurgico?
e por quanto tempo ainda tenho que suportar esse suplicio?
UM ABRAÇÃO AO DR.BRUNO E A TODOS OS QUE SOFREM COMO EU.

Guilherme Reis disse...

Olá ! Sou Guilherme Reis moro na bahia , eu tenho um problema em meus ombros que não sei explicar , em alguma atividade física do nada meu ombro trava , é Terrível e Desesperador , já fui no Médico mais ele não soube min explicar , já procurei na Internet e nada . Espero saber o mais rápido possível , Pois pretendo fazer o tratamento urgente, só de lembrar Min Dá uma Gastura terrível, Não desejo isso pra Ninguém :(

Anónimo disse...

Tive diagnóstico de capsulite adesive há cerca de 10 meses. Logo no início fui orientada a fazer fisioterapia e gelo local, porém a piora foi muito rápida. Em 03 meses meu braço D estava totalmente congelado, além da dor insuportável. Uma amiga me indicou um médico: Dr Maurício de Moraes, ortopedista em SP. Ele trouxe para o Brasil um tratamento chamado "Terapia por ondas de choque" também conhecido como TOC. Foi o que me livrou da dor e me troxe de volta os movimentos. Claro que, com muita fisioterapia e perseverança, mas pelo menos a fisio já não dói mais. O tempo de tratamento com TOC se resume a 03 sessões (cada uma custa R$400,00)com intervalos semanais e a diminuição radical dos sintomas leva em torno de 04 meses. Eu recomendo. Valeu muito a pena. Sei bem como é a dor e a perda dos movimentos. Deixo aqui o tel. do Dr Maurício, caso alguém tenha interesse: 3887-3953. Abç.

SDSO disse...

Olá, meu nome é Flávia Santos, faz 6 anos que trato de tendinite no braço direito alternando entre punho e ombro. Há quase 2 anos essas sindromes evoluiram para tendinite e bursite no ombro direito. Sendo professora e tendo péssimas condições de trabalho, todos os tratamentos feitos com fisioterapia e medicação não deram resultados. Busquei um especialista em ombro (ortopedista), que por fim me sugeriu fazer uma artroscopia. Agora estou com capsulite adesiva e não sei se melhorei das sindromes anteriores. Diante deste quadro, quais são minhas chances de cura? E quanto tempo levaria? Estou fazendo fisioterapia, hidroterapia, e bloqueio. Me ajudem!

Anónimo disse...

Fui diagnosticada com Capsulite adesiva há mais ou menos 06 meses, porém tenho os sintomas há aproximadamente 7 meses. Tenho limitações de movimentos e sinto muitas dores (o dia inteiro, mas principalmennte à noite e muito intensa ao acordar. Gostaria de saber em que fase estou. Estou fazendo bloqueios (infiltações) com marcaína, de 15 em 15 dias, e gostaria de saber se está correto
o tratamento. Também fui orientada para parar a fisioterapia que estava fazendo, alegando não ser a hora para fazer. Queria saber se estou no caminho certo.

Anónimo disse...

Fui diagnosticada com capsulite adesiva.Fiz fisioterapia de segunda a sexta durante 1 ano , chorava eu e a fisioterapeuta.Durante todo o tempo só conseguia dormir deitada de lado com um travesseiro para apoiar o braço afetado.Melhorei um pouco, mas o que me ajudou mesmo e hoje não sinto dor alguma foi hidroginástica.Fazia muito alongamento e exercício com o braço, pois na àgua quase não se sente dor como fazer fisio em clinica. Hidro faz parte de minha vida.

Anónimo disse...

depois de 30 dias c dores terriveis e com muita febre,fui diagnosticado c CA...nesses 30 dias passei em varios ortopedistas ,fiz rx,ultrassom e ressonancia,deu bursite e os medicos falavam q essa dor horrivel era da burdite..ate q fui em ortopedista especialista em ombro q na hora diagnosticou meu problema....sinto muitas dores e estou sem movimento no braco,sera q ainda estou na primeira fase da CA?? tenho 29 anos...nunca tive nenhuma dor no ombro,como faco pra descobrir de onde adquiri essa doenca...sendo q nao tenho nenhuma cirugia recente e nem diabete??

Anónimo disse...

Dr. Bruno,

Já tive CA no ombro direito há seis anos, e agora estou novamente, no ombro esquerdo. Nas duas vezes, não foi identificada uma causa específica, porém, nas duas vezes, passava por um período de muito nervoso no trabalho e stres... É possível que isso realmente seja a causa??? Obrigada Ana Cristina

Bruno Moreira Campos disse...

O processo da CA é ainda desconhecido, mas sim, períodos de stress, relacionados com o trabalho, podem ser uma causa frequente. Normalmente associado a pessoas activas,com uma postura de controlo sobre as coisas. Faz sentido?

Anónimo disse...

Sim! Faz sentido... Quando a cabeça não ajuda, o corpo padece!
Muito obrigada!

Anónimo disse...

Estou com este problema também há um ano. Onde encontrar um profissional desta área. Dr, Bruno, qual a sua localização?
Obrigada, Mônica

Bruno Moreira Campos disse...

Boa noite,

Estou em Portugal. Área de grande Lisboa.

Cumprimentos,

Um Professor Indignado disse...

Fui também diagnosticado com capsulite adesiva, por um ortopedista. A princípio, ele me recomendou fisioterapia por pelo menos uns 6 meses. Para dormir, mudei de posição, mas ando meio bronqueado com a doença. Para levantar da cama, não posso utilizar o braço esquerdo como apoio. Não posso fazer esforços de tração. Por exemplo, fui tirar a minha meia elástica hoje (tenho algumas varizes) e o esforço causou uma dor desagradável. Uma amiga insistiu comigo em procurar outro especialista; ela afirma que ortopedista não sabe nada além de cuidar de ossos quebrados ou gastos. Já me falaram em procurar acupuntura. Que você recomenda?

Anónimo disse...

bom dia dr.bruno ja fiz uma vez o meu comentario mas como nao vi publicado,talvez nao fiz no bom sitio..vou faze lo de novo...vivo na suiça e trabalho como ajudante de enfermagem,ha uns meses atraz comecei a sentir algumas dores no meu braço direito conforme os gestos que fazia,nao liguei e continuei a trabalhar ate ha 2 meses e meio atraz dei mau jeito ao braço e desencadeei uma dor aguda que subiu ate ao pescoço c dores terriveis,aterrei nas urgencias,foi dito ke era 1 tendinite,depois o medico familia mandou me ortoped pois achou k era mais grave,ortopedist mandou fazer IRM diagn...tendinite no desculpe o meu portugues mas acho que compreende...sus -espinoso /lesao sous -scapulare....bom resumindo anti-inflamatorios e tramadol em SOS e fisiot que me fez pior ,voltei ortop o qual me disse agora que to c capsulite e na fase aguda ,dores de morrer sem poder levantar o braço ,nao posso fazer nada completamente limitada de movimentos ,a noite e um suplicio durmo c 1 almofada debaixo d braço e mesmo assim n durmo nada sempre com dores...ja começo a ter dores no outro braço e tenho dores no pescoço..ortp disse que nao pode fazer nada por mim,nao pode operar nem dar infilt de cortisona pois senao fico c o braço paralisado e nao recupero,,,disse que tem k desinflamar sosinho e e o tempo leva muito tempo 1 ano ou mais...nem quis acreditar mas depois de ler o seu blog percebi que ele deve ter razao pois identifico me c alguns casos de pessoas c mesmo problema..o k nao compreendo e porke nao foi logo diagnot e me mandou pa fisio ke me fez mal...sera k nao da no IRM ?sera que podera haver algo na cervical k contriua para isso pois tenho muitas dores e estou sempre crispada.? gostaria d sua opiniao sobre o ke posso fazer para melhorar..ha kem fale em por gelo pa desinflamar e kem diga k o calor é melhor kual a sua opiniao?hidromassagem?pomada de arnica?peço desculpa pour ser tao longa d explicaçoes mas ha dias em k o moral esta no chao e parece k nao ha luz ao fundo do tunel...obridada

Bruno Moreira Campos disse...

Olá. Pode ser CA coonsequência da lesão que sofreu. Não me parece cervical. Pode fazer calor, mas se tiver com edema e temperatura no braço- gelo. Vai sentir quase de imediato se alivia ou não. Pode tomar analgésico se não suportar a dor e deve fazer algum tratamento. Ou Osteopatia ou outra forma de tratamento. Deu-me pouca info. Tem de ser mais descritiva, nomeadamente no que agrava, alivia, padrão da dor, duração, tipo, localização, exames.

Anónimo disse...

bom dia dr. bruno obrigado por ter respondido,vou tentar entao dar mais informaçao...como disse o braço ta limitado nao levanta a 90 graus ,pois nao chega à cabeça nem vai atraz,nem consigo estica-lo para apanhar algo,tenho o ombro descaido,o braço esta pesado, tenho dificuldade em escrever pois sinto os dedos eskisitos e cansados, tenho a impreçao k o braço esta a ficar mais paralisado k ao principio,apesar de mexer bem os dedos... sem mexer o braço a dor é continua de 0 a 10 ai grau 5/6..e varia ora é no ombro ,na mao,no cotovelo,no pescoço,mas acentua- se no musculo acima do cotovelo,ke esta quente(parece o musculo do popei)...tem momentos com espasmos outros com guinadas agudas...o ke agrava sao pekenos gestos ,mesmo o vestir e tirar 1 camisola mesmo k seja larga pois tenho k dobrar do cotovelo para tirar visto k nao posso xegar c o braç ao lado eskerdo...sao dores alucinantes que duram talvez 30 segundos em ke tenh ke parar e respirar bem profundament é insuportavel ,posso dizer-lh k é grau 9 ...a dor mais aguda é no musculo do braço,,,a noite é um calvario do sofa pa cama da cama po sofa ..neste momento tenh dores insuportaveis no pescoço,parece k ta inflamado, ke nem co a medicaçao passa ..ate 6 f passada tava a tomar ibuprofeno 3 ves dia /1g paracetamol 4 ves dia / tramadol SOS...na 6f ortop retirou ibuprofene deu me "arthrotec"(diclofenac)para esperimentar e parece k tenho mais dores ke antes sera do medic? ou estou a piorar? exames so fiz IRM..e ortp fez exame de moviments ....o k me mete confusao foi ele dizer k nao ha nada a fazer senao tomar medic e o menos possivel e esperar k desinflame..movimentar o braço mas fazer nada k me aleije o k é impossivel pois tudo me aleija..ele é especialist do ombro...mas eu n percebi em k fase estou ..vou ficar completament paralisada e depois é ke ele mand fazer de novo fisiot pa movimentar o braço..ou kem sabe operar ..espero ter dado os dados k precisava para me aconselhar ,pois gostaria de saber o k fazer ...esperar como ele dis ..consultar outro medico..fazer algo em casa ..ou fazer banhos quentes..pois so la volto daki a 2 meses ..ate la fico paralisada ...ou sera ke é mesmo isso k ker diser "ombro congelado" ?agradeço lhe o seu blog pois é muito bom haver alguem como o sr .para nos ajudar a compreender o problema...

Vanessa Galdino disse...

DOUTOR BRUNO, BOA NOITE, A MINHA MA~E FOI DIAGNOSTICADA QUE ESTAVA COM CAPSULITE, ELA JA ESTAVA SENTINDO ESSAS DORES A MAS OU MENOS UM MÊS, ELA TEVE NO OMBRO DIREITO BUSITE, AI AGORA TA NO ESQUERDO E O MÉDICO ESPECIALISTA EM OMBRO DISSE QUE ERA CAPSULITE E O EXAME FEITO FOI ATRAVÉS DO RX, DEPOIS DELA TER PASSADO POR VARIOS ORTOPEDISTAS E TRAUMAS E ESPECIALISTAS EM OMBROS, E SIM ELA É DIABETICA E ELE PASSOU UM REMEDIOP CHAMDO TILEX, LI VÁRIOS COMENTARISO AQUI E FIQUEI SIM UM POUCO ASSUSTADA, E SIM ELE PASSOU FISIO PRA ELA DEZ SESSÕES SERÁ QUE ADIANTA? GOSTARIA DE UMA JUDA OBRIGADA. MINHA MÃE TEM 57 ANOS MEU A NOME É VANESSA.

Ronaldo Ribeiro disse...

Dr me ajuda, tive uma luxação no ombro e colocaram no lugar, fiz raio-x e ressonancia magnetica e nao indicou nada grave. Estou fazendo fisioterapia indicada pelo ortopedista mas o movimento do meu ombro está totalmente errado, o braço levanta e o ombro vai junto, muito diferente do outro. ME AJUDA PELO AMOR DE DEUS. ( Não consigo nem vestir camiseta )

Anónimo disse...

Dr. Bruno,
Estou com capsulite adesiva no ombro esquerdo há +/- 7 meses e tratando com fisioterapia praticamente todos os dias. Já fiz 04 bloqueios e tomei 01 injeção de diprospan mas continuo sentindo muitas dores e o ombro ainda está muiiiiiiiito limitado. Tenho diabetes tipo 1 o que dificulta um pouco a minha recuperação. Vou fazer a cirurgia release capsular circunferencial, será que fico curada? Grata

Carlos disse...

Tenho diabates tipo 1 há mais de 20 anos. Há cerca de 4 anos, tive capsulite adesiva no ombro esquerdo. Fiz fisioterapia, que aparentemente não adiantava muito. Depois de muitos meses, as dores sumiram e hj o ombro tem quase que movimento total (apenas rotação externa está prejudicada). O problema é que agora estou com CA no ombro direito. As dores estão muito mais intensas, e não confio em nenhum médico que já visitei (vários falaram que era bursite, etc). Pergunto: Será que tomar calcitocina ajuda? Alguma outra dica para diminuir as dores?

Anónimo disse...

Estou com capsulite adesiva no ombro esquerdo desde junho do ano passado. Fiz 12 infiltrações com anestésicos no ano passado, até que a dor melhorasse, e prossegui com sessões semanais de acupuntura, fisioterapia com laser, ultrassom, TENS e, desde o início deste ano, faço também mobilização passiva. Meu ortopedista insiste nos mesmos tratamentos de fisio e acupuntura porque, realmente, juntos, têm dado resultados. Já recuperei muito dos meus movimentos e praticamente não tenho mais dor. A questão é que o fisioterapeuta que tem me acompanhado já não quer eu eu prossiga com o laser e o ultrassom, alegando que já fiz muitas sessões com esses dois aparelhos e que, se continuar, posso ter ruptura de tendão. Segundo ele, os dois tratam muito profundamente e não podem ser usados por tanto tempo (devo ter feito perto de 90 sessões com os dois). Ele alterou o tratamento indicado pelo ortopedista, inserindo infravermelho e retiranto o laser e o ultrassom. Manteve a mobilização passiva. Gostaria de saber se realmente existem riscos quando um alto número de sessões com ultrassom e laser é realizado. Principalmente porque, desde que o ultrassom e o laser foram retirados, passei a sentir um peso no ombro. Grata

Anónimo disse...

Prezado Dr. Bruno,

Recebi o diagnóstico de capsulite adesiva do meu ortopedista, como trabalho sentada a maior parte do dia e em alguns momentos utilizo o computador para digitar, poderia continuar trabalhando ou com a digitação o meu diagnóstico poderia piorar?

Anónimo disse...

Ola, Dr Bruno,
Desde o dia 13 de janeiro, que acordei com dores no ombro direito. o primeiro diagnostico foi de Sindrome do Impacto. fiz fisioterapia e acupuntura, mas nao melhorou. Tenho o tendao supra espinhoso 80% rompido, conforme a Ressonancia Magnetica. Desde maio tenho percebido uma restricao de movimentos e a dor agora é bem diferente. Sinto como se meu braço estivesse pendurado e pesado o tempo todo. Nao consigo pentear o cabelo, desabotoar o sutiã. Fui em outro medico q marcou uma cirurgia para julho, segundo ele, estou com CA mas precisamos consertar o tendao rompido.Estou fazendo fisioterapia pre cirurgica, mobilizacao articular, alguns exercicios, passivos sem dor, US. Minha duvida é se a cirurgia ira resolver os dois problemas, do tendao e da CA. Acha que devo antecipar a cirurgia, a fisioterapia pre operatoria fara bem?
Por favor, me ajude...

Paulo Cintra disse...

Olá Dr Bruno, parabens pelo excelente serviço de informação publica!
Eu fui diagnosticado com CA nesse mes, mas tenho as dores desde o inicio do ano, havia um diagnostico anterior de lesão no manguito rotador, mas o novo medico fez uma avaliação mais detalhada e disse que o meu quadro é mais compativel com CA, por isso desisti da ideia inicial (outro medico) de fazer a cirurgia do manguito.
Agora estou tomando antiinflamatorio injetável (dexa citoneurin, já tomei duas doses de 3) para aliviar as dores e iniciar uma fisioterapia adequada. Não senti grande diferença nas dores com essa medicação, então ocomecei a procurar outras alternativas e vi um tratamento com ondas de choque (já comentado aqui no blog por uma paciente que gostou bastante). Gostaria de saber a sua opinião sobre esse tipo de tratamento.
Muito obrigado pela atenção,
Paulo

Bruno Moreira Campos disse...

Obrigado Paulo. Tanto quanto sei as ondas de choque são para calcificações dos tecidos. Já fez tt de Osteopatia?

As melhoras

Anónimo disse...

Boa Tarde Dr. Bruno. moro na regiao norte e estive no nordeste e devido estar com dor no ombro ha mais 3 meses, procurei um especialista em ombro. ele me pediu um RX e RM e comprovou capsulite adesiva. me prescreveu 12 sessão de bloqueio no nervo supra-escapular co marcaina ,5%. mas como tive que voltar a minha cidade procurei um ortopedista para fazer esses bloqueio, e o mesmo disse que não ia resolver e sim uma tecnica que ele usa ondas de choque extracorpores não invasiva. ja fiz 3 sessão semanalmente e a proxima seria com 30 dias. acontece que durante o dia trabalho mas suportando a dor. mas a noite a dor fica competindo com o sono termino dormindo pouco e se acordar 5 da manhã nao dormo mas.
falei que não estava conseguindo mas suportar essa dor mesmo tomando o tramal 50mg de 8/8hs. ai ele fez 5ml xylocaina 2% s/v no supra-espinhoso. hoje doeu menos.
o que vc me orientar a fazer. meu trabalho é no bal~cão de farmacia serviço leve.
grato
Nemias

Anónimo disse...

Em 2008 eu fui diagnosticada com capsulite adesiva no ombro direito. Foram 3 anos de luta e hoje estou com pouca limitação no ombro. No entanto, há duas semanas fui ao ortopedista de ombro porque uma dor que iniciou em maio não passava. O resultado foi diagnóstico de capsulite agora no ombro esquerdo. Mas esta é bem mais leve do que a outra. Na época havia pouca informação sobre essa doença, mas hoje e no decorrer desses anos me deparei com amigos e conhecidos que tiveram ou estão com capsulite. Não me sinto mais uma ET. Agora é fato, ela acomete pessoas mais angustiadas. Nas duas vezes me indicaram Amytril. É ter paciência. Marisa

Anónimo disse...

Prezado Dr.,
Fui diagnosticada com CA por um ortopedista com especialidade me ombros. Entre a medicação ele prescreveu Amitriptilina, um antidepressivo forte. Será que devo tomar?
tatiana

Bruno Moreira Campos disse...

Tatiana, não é da minha competência opinar sobre a medicação prescrita...lamento. As melhoras

Anónimo disse...

Dr.Bruno, tem seis meses levei um tombo e fraturei a cabeça do úmero em três partes e em fratura onde encaixa o úmero esqueci o nome, coloquei placa e parafusos depois de vinte dias voltei ao médico e ele estranhou a falta de movimentos, me encaminhou para o INTO e disse que poderia ser lesão de manguito, fui ao INTO e depois de fazer três RX e uma tomografia fui diagnosticada com capsulite adesiva médico mandou eu fazer muita fisioterapia mas eu continuo com dúvidas, não consigo levar o braço à frente e nem girar a mão para fora, nem para frente nem para o lado, é assim mesmo?,não sinto muitas dores, estou com muita dificuldade para escrever e digitar o braço tem que ficar apoiado, o que o Sr. acha? é assim mesmo?, agradeço se puder tirar minhas dúvidas. Liete.acte

guilherme r p ferreira disse...

Inflamação na cabeça do úmero que limita o movimento de rotação externa do ombro, pode ser resolvido com Acumpultura?

Para pré-marcações ou ouras questões use este formulário

Nome

E-mail *

Mensagem *